Sábado, 18 de Maio de 2024

Economia Quarta-feira, 16 de Novembro de 2022, 08:21 - A | A

16 de Novembro de 2022, 08h:21 - A | A

Economia / Pacto pela Vida

Energisa e empresas prestadoras do setor elétrico assinam pacto pela vida em Mato Grosso

Documento traz nove ações prioritárias para redução de acidentes



Assessoria

Diretores da Energisa em Mato Grosso estiveram reunidos com gestores de 22 empresas prestadoras do setor elétrico para firmar um pacto pela vida, uma carta de intenções com nove ações prioritárias para reduzir acidentes com trabalhadores, principalmente eletricistas.   O encontro foi realizado no auditório da empresa no Morro da Luz. Foi o primeiro feito pelo setor. O diretor-presidente da Energisa Mato Grosso, Riberto José Barbanera, explica que a intenção é que os líderes de cada empresa criem seu plano de trabalho, interagindo inclusive com a distribuidora.

“Vamos fazer desse movimento, um movimento intenso em prol do nosso principal valor, a vida. Em prol da segurança de todos os nossos colaboradores”, destacou Riberto.   Mais de seis mil trabalhadores atendem a Energisa de forma direta e indireta, sendo a maior força de trabalho do estado, segundo a Federação das indústrias. Esse número ainda aumenta em períodos de chuva, quando as ocorrências chegam a triplicar em algumas regiões por causa de ventos e a queda de raios e vegetação sobre a rede.

O diretor-técnico da Energisa, Fabrício Sampaio Medeiros destaca que todos os diretores assinaram esse pacto pela vida, sem restrições. “A gente tá muito confiante que vamos fazer um pacto pra acidente zero, é isso que a gente quer e pode conseguir sim”, mencionou o diretor.  

Direito de recusa é compromisso  

Entre as medidas, os dirigentes se comprometem a assegurar que todos os colaboradores da empresa tenham orientações claras e que sejam treinados para prevenção de acidentes e incidentes, visando garantir a integridade física de todos os Eletricistas e Técnicos que interajam no Sistema de Elétrico de Potência na Energisa Mato Grosso. Além disso, que todo trabalhador tenha o direto de recusa, ou seja, que ele possa interromper suas tarefas sempre que constatarem evidências de riscos graves e iminentes para sua segurança e saúde ou a de outras pessoas, comunicando imediatamente o fato a seu superior hierárquico.

  “Como nós trabalhamos com energia, automaticamente temos um índice de perigo maior do que um trabalho comum. E o nosso colaborador é o nosso patrimônio, o elemento mais importante da nossa empresa. Sem ele, a empresa não existe. Então todos os recursos financeiros e materiais precisam ser disponibilizados para preservação da vida”, comenta João Garcia, proprietário da STS Engenharia, que acompanhou o evento.  

Mais cursos de capacitação de graça  

O setor de energia está entre os que mais crescem no país. Em Mato Grosso há regiões inclusive com vagas abertas. Para qualificar trabalhadores no estado, a Energisa disponibiliza cursos de graça em parceria com o Senai. Um deles é o Geração Energia que vai formar eletricistas e leituristas. As inscrições terminaram, mas uma nova possibilidade já está disponível. São 50 vagas em Cuiabá e Sinop. O curso traz entre outras disciplinas, a formação em segurança. Para saber mais basta procurar o Senai das cidades.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]