Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Mais Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018, 00:00 - A | A

19 de Dezembro de 2018, 00h:00 - A | A

Mais /

Mais



PROPINA
O tempo passa e os casos de corrupção envolvendo o governo de Silval Barbosa não param de vir à tona. As acusações agora são contra o médico Jorge Lafetá, que foi nomeado secretário de Estado de Saúde no dia 31 de outubro de 2013 e permaneceu a frente da Pasta até o encerramento da Gestão. Em fatos revelados em depoimento colhido na operação Sangria, o ex-secretário é acusado de receber propina de R$ 20 mil em todos os contratos feitos com a secretaria estadual de Saúde. E mesmo depois que deixou o cargo, continuou a receber até a vigência dos contratos. Conforme o depoente, existem gravações de reuniões em que os pagamentos das propinas eram feitos. 

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]