Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

+Saúde Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 08:39 - A | A

10 de Julho de 2024, 08h:39 - A | A

+Saúde / Dia do Homem

Saúde masculina vai além dos exames de próstata

Um levantamento da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) revela que quase metade dos homens acima de 40 anos (46%) não costuma realizar consultas de rotina e eles só vão ao médico quando sentem algum sintoma



Quando se fala em saúde masculina, é comum lembrar de exames que avaliam as condições da próstata, como o PSA ou toque retal. No entanto, há uma série de testes igualmente importantes que devem ser realizados com periodicidade para garantir que o organismo continue em bom funcionamento.

Celebrado em 15 de julho, o Dia do Homem foi criado com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar a população a respeito dos cuidados com a saúde masculina, evitando diagnósticos tardios para diversas condições tratáveis. O enfoque preventivo é crucial para uma vida longa e saudável.

Um levantamento da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) revela que quase metade dos homens acima de 40 anos (46%) não costuma realizar consultas de rotina e eles só vão ao médico quando sentem algum sintoma. Além disso, só três em cada dez se dizem muito preocupados com a própria saúde.

“Os exames para homens podem ser divididos entre aqueles específicos, como o PSA Total e Livre, e o espermograma, e os que são indicados independente do gênero. Neste caso, podemos citar o hemograma, colesterol total e frações, glicose, ureia, creatinina, TGO e TGP [enzimas do fígado], TSH e T4L [tireoide], exames de urina [EAS] e de fezes [EPF]”, explica a bioquímica e coordenadora técnica do Sabin Diagnóstico e Saúde, Luciana Figueira.

Segundo a especialista, os exames de rotina são indicados pelo menos uma vez ao ano, o que pode variar a depender de orientação médica. Os testes avaliam desde as células sanguíneas do paciente, como o hemograma, feito a partir de uma amostra de sangue, até a presença de infecções urinárias (exame EAS) ou parasitas no organismo, identificados pelas fezes (EPF).

Um exame importante é o de colesterol total e frações, que permite avaliar os níveis dos tipos de colesterol no corpo e identificar se é necessário fazer algum ajuste na alimentação, evitando problemas como infarto ou doenças arteriais periféricas. Outro exame presente nos check-ups é o de glicose, que avalia o nível de ‘açúcar’ no sangue, auxiliando no diagnóstico e tratamento do diabetes”, afirma a especialista.

Há também exames que podem indicar como anda o funcionamento de órgãos do corpo. Os de ureia e creatinina, por exemplo, permitem analisar o nível dessas substâncias. Valores elevados podem indicar problemas no rim. O teste é feito a partir de uma amostra de sangue analisada em laboratório.

Já os exames de TGO (transaminase oxalacética) e TGP (transaminase pirúvica) avaliam o funcionamento do fígado, auxiliando na investigação de doenças que vão de cirrose a câncer no fígado.

Por fim, os exames de TSH e T4L avaliam os níveis do hormônio estimulador da tireoide (TSH) e da tiroxina (T4), produzidos pela tireoide. Um dos diagnósticos possíveis com o exame é a existência de hipertireoidismo (superprodução de hormônios) ou hipotireoidismo (baixa produção). Os quatro exames citados são feitos por meio de uma amostra de sangue.

Específicos - Entre aqueles exames identificados como específicos para o gênero masculino, estão o toque retal, PSA Total e Livre e espermograma. Vale ressaltar que os dois primeiros têm o mesmo objetivo, avaliar a condição da próstata, sendo que o PSA é a opção não invasiva, feito a partir da análise de uma amostra de sangue. Já o espermograma avalia a composição do sêmen, geralmente indicado para investigar infertilidade.

“O PSA Total e Livre é indicado pela Sociedade Brasileira de Urologia para homens acima de 40 anos com histórico de câncer na família e acima dos 45 para todos outros. Já o espermograma não tem periodicidade. Depende de indicação médica”, afirma Luciana Figueira.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]