Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Agronegócio Sexta-feira, 10 de Maio de 2024, 14:55 - A | A

10 de Maio de 2024, 14h:55 - A | A

Agronegócio / O milho é a matéria

Multinacional chinesa conhece potencial de MT para instalar fábrica

Sedec apontou aos investidores que Estado é maior produtor de milho do Brasil, tem incentivos fiscais vantajosos e a ZPE, com exportação a custo zero



Débora Siqueira | Sedec

Mato Grosso é um dos estados de interesse da Funfeng Group Limited, líder global em biofermentação, para a instalação de uma fábrica de US$ 400 milhões. O milho é a matéria-prima para a elaboração de goma xantana, aminoácidos e glutamato monossódico, que atendem as indústrias de nutrição animal, alimentos, bebidas, farmacêutica, petróleo, gás, dentre outros. 

O diretor regional da empresa, Bao Xin, e consultor de engenharia, Ren Ping, estiveram na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) na tarde de quinta-feira, 9.05, e disseram que o Brasil faz parte do crescimento da empresa, por ser um dos maiores produtores de milho do mundo. A China é a maior compradora do grão. 

Além disso, a Funfeng busca diversificar a rede global de fornecimento, que já tem presença na Ucrânia e nos Estados, também grandes produtores mundiais de milho. 

Eles têm interesse em implantar uma fábrica de fermentação biológica em uma área de 1000 m², com capacidade de processamento de 660 mil de toneladas de milho. A planta deve gerar cerca de 600 empregos diretos. 

Foi apresentado aos chineses que o Governo de Mato Grosso aplicou cerca de 20% da receita líquida em investimentos e isso se traduz em mais geração de emprego, o segundo maior do país em 2023, o terceiro estado em menor desigualdade de renda, maior produtor agropecuário do Brasil e o maior exportador brasileiro. 

“Temos a construção de uma ferrovia em andamento, mais de 3,5 mil km de rodovias novas, estamos construindo 6 hospitais, mais novos aeródromos públicos, além de subsídio para as famílias comprarem casas populares. Tudo isso é importante e pesa na tomada de decisão do empresário ao fazer investimento no Estado, onde os funcionários terão acesso a saúde, educação e infraestrutura”, apontou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda. 

Terceira Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do país, a ZPE de Cáceres, que está prestes a ser inaugurada, também é um atrativo econômico que despertou o interesse dos chineses. Dentre as vantagens de se instalar lá está a suspensão de impostos federais para produtos de exportação, além da redução de impostos municipais e estaduais, por meio dos incentivos fiscais. 

A comitiva dos chineses segue em viagem pelo Estado até sábado (11.05).

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]