Domingo, 19 de Maio de 2024

Agronegócio Quinta-feira, 07 de Julho de 2022, 10:24 - A | A

07 de Julho de 2022, 10h:24 - A | A

Agronegócio / Conselho Monetário Nacional

Taxa de juros do Funcafé para a safra 2022/2023 será de 11% ao ano

Índice foi definido para facilitar a contratação de crédito para os produtores, cooperativas, indústrias e exportadores



Assessoria

O Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu a taxa de juros do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para a safra 2022/2023 em 11%, com vigência a partir de 1º de julho. Apesar de ter sofrido aumento em relação à safra passada, ficou  abaixo da taxa Selic, atualmente em 13,25%. A remuneração do Fundo foi estabelecida em 8%, mantendo a remuneração do agente financeiro em até 3%.

Essa taxa foi definida como um dos incentivos no apoio à cafeicultura nacional, com a preocupação de facilitar a contratação de crédito para os produtores, cooperativas, indústrias e exportadores, necessários para o crescimento e fortalecimento do setor.

Com a disponibilidade de R$ 6 bilhões para esta safra, atendendo às linhas de crédito de custeio, comercialização, capital de giro, aquisição de café e recuperação de cafezais, o Funcafé está finalizando os procedimentos para assinatura dos contratos com os 37 agentes financeiros que fizeram propostas ao Fundo. 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]