Domingo, 23 de Junho de 2024

Atualidades Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018, 00:00 - A | A

17 de Janeiro de 2018, 00h:00 - A | A

Atualidades /

Escolas estaduais estão sendo pintadas em parceria com a comunidade



José Vieira do Nascimento
Editor de Mato Grosso do Norte

Este ano, as escolas estaduais de Alta Floresta, através de ações tomadas pela Secretaria Estadual de Educação, estão tendo a oportunidade de se preparar com antecedência para o início do ano letivo, que começa dia 15 de fevereiro.
De acordo com os assessores pedagógicos do município, Edson Amara dos Santos e José Marques do Santos, em dezembro de 2017 todas as escolas receberam recursos para manutenção, visando melhorar a infraestrutura para receber os alunos no início das aulas de 2018, no valor de R$ 8.50 por aluno. 
“Este repasse foi algo inédito em Mato Grosso. Geralmente as escolas recebem este recurso na 1º e na 3º parcela do Plano de Desenvolvimento da Educação- PDE. Este ano foi na 1º, 3º e 4º parcela, sem comprometer o primeiro repasse de 2018. Com este dinheiro as escolas podem fazer a limpeza do pátio, limpar as caixas de gorduras, filtros dos bebedouros, trocar portas com defeitos e fazer a manutenção necessária para receber os alunos para o início das aulas. Foi algo muito positivo”, dizem os assessores.
Outra inovação que favorece o planejamento do ano letivo foi a permanência automática dos coordenadores pedagógicos que cumpriram pelos menos, 70% das metas de seu plano de trabalho durante o ano. 
Os coordenadores que atingiram esse percentual já estão assegurados para continuarem em 2018. Para os assessores pedagógicos esta decisão da SEDUC mostra a preocupação com a questão pedagógica.
“A permanência dos coordenadores favorece o planejamento anual das escolas. Antes do início das aulas é realizada a Semana Pedagógica. Antes, era necessário escolher os coordenadores. Agora, já estão em seus postos e aptos para fazer o planejamento anual”, explicam.
Segundo Edson Amaro, este ano o secretário estadual de Educação, marcos Marrafon, decidiu que o Estado fornecesse as tintas e as escolas fossem responsáveis pelo trabalho de pintura.  A direção das escolas ficaram responsáveis por estabelecer parcerias com a comunidade escolar para realizar a pintura nos prédios. 
Conforme os assessores pedagógicos, a direção de cada escola está fazendo promoções junto à comunidade para angariar recursos para pagar a mão de outra, ou conclamando os pais para colaborar com a escola, fazendo o serviço. E os resultados estão sendo muito positivos, pois os pais estão participando fortemente da ação. 
O objetivo desta iniciativa é chamar os pais dos alunos para dentro da escola e a própria comunidade entender que é responsável pelo patrimônio público. “As escolas estão fazendo a pintura dentro deste espirito de colaboração. Estamos recuperando o sentimento que a escola pertence a comunidade e aproximando os pais do ambiente escolar. Foi uma ação muito importante”, disse Edson.

Dentre as escolas que estão fazendo a pintura de seus prédios com a participação da comunidade, destaca-se a Dom Bosco, Vitória Furlani da Riva, Rui Barbosa,  Ludovico da Riva, Marines de Sá Teixeira, Jardim Universitário e Guimarães Rosa. 

Fotos: Patricia Dancini Holouka

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]