Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

Geral Quarta-feira, 03 de Agosto de 2022, 08:22 - A | A

03 de Agosto de 2022, 08h:22 - A | A

Geral / Crime Bárbaro

Enfermeira que trabalhou em Alta Floresta morta com 22 facadas pelo próprio filho

Crime aconteceu em Várzea Grande onde a enfermeira morava com o filho



Reportagem / Mato Grosso do Norte

A enfermeira Fabiana Maria Amaro da Silva, que residia em Alta Floresta e trabalhou no Hospital Regional , foi assassinada pelo própria filho. O crime aconteceu na casa da vítima, no bairro Paiaguás, em Várzea Grande,  por volta das 2h40 de segunda-feira, 1º de agosto. Vizinhos chegaram a ouvir gritos de socorro vindos da vítima, mas preferiram não intervir. 

 Fabiana Maria Amaro da Silva tinha 39 anos, foi assassinada com 22 facadas . A Polícia Civil confirmou que o feminicídio aconteceu durante uma discussão entre mãe e filho por causa do uso de drogas por parte do rapaz, que tem 18 anos.  Vizinhos chegaram a ouvir gritos de socorro vindos da vítima, mas preferiram não intervir. 

Eles já haviam se desentendido antes e Fabiana chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o filho, após ele ter furtado sua carteira.  Polícia foi acionada para atendeu um possível caso de suicídio, mas quando chegaram ao local encontraram a enfermeira caída na sala, com várias perfurações pelo corpo. A faca utilizada no crime foi encontrada na soleira da janela do banheiro.

 Quando os policiais chegaram, o filho da vítima estava bastante exaltado, desacatou a equipe e precisou ser algemado para ser levado à delegacia.  A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Enfermeira desde 2015, a profissional começou sua carreira na saúde como técnica de enfermagem no hospital Regional de Alta Floresta, em 2007.  Atualmente Fabiana trabalhava no hospital Municipal de Cuiabá.

O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT) divulgou nota de pesar lamento a morte da profissional.

Nota de pesar

O Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT) lamenta a morte da enfermeira Fabiana Maria Amaro da Silva, de 39 anos, na madrugada desta segunda-feira (1º), em Várzea Grande.

Enfermeira desde 2015, a profissional começou sua carreira na saúde como técnica de enfermagem, em 2007. Ela trabalhou em unidades como o Hospital Regional de Alta Floresta, Hospital Metropolitano e o Centro de Testagem de Covid-19, em Cuiabá. Seu último emprego foi no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

Neste momento de tristeza, o Coren-MT presta as suas condolências aos familiares e amigos de Fabiana.

Fonte: Ascom – Coren-MT

 

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]