Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Geral Quinta-feira, 09 de Maio de 2024, 08:01 - A | A

09 de Maio de 2024, 08h:01 - A | A

Geral / Peixoto de Azevedo

Justiça aceita denúncia contra mãe, filho e cunhado por matar idosos e deixar padre ferido em MT

MPMT pediu o pagamento de mais de cerca de R$ 2 milhões em favor dos familiares da vítima Pilson Pereira da Cruz



G1/ MT

A Justiça de Mato Grosso aceitou a denúncia do Ministério Público (MPMT) e tornou réus Ines Gemilaki, de 48 anos, Bruno Gemilaki Dal Poz, de 28 anos, mãe e filho, e o cunhado da mulher, Eder Gonçalves Rodrigues, de 40 anos, pela morte de dois idosos e pela tentativa de homicídio contra um padre em Peixoto de Azevedo.

Agora, os envolvidos têm 10 dias para apresentarem resposta à acusação. O g1 entrou em contato com a defesa dos denunciados, mas não obteve retorno até esta publicação.

 

Além da denúncia, o MPMT pediu o pagamento de mais de cerca de R$ 2 milhões em favor dos familiares da vítima Pilson Pereira da Cruz (R$ 1 milhão), Rui Luiz Bogo (R$ 700 mil), José Roberto Domingos (R$ 150 mil) e mais um pessoa vítima do atentado.

O marido de Ines, Marcio Ferreira Gonçalves, ficou de fora da denúncia. Ele foi solto na terça-feira, 7, depois que a defesa dele alegou que a prisão preventiva tinha sido decretada erroneamente e que a pessoa que aparece nas imagens das câmeras era, na verdade, o irmão de Márcio, Eder Gonçalves Rodrigues, que foi preso posteriormente.

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]