Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

Geral Terça-feira, 07 de Maio de 2024, 16:19 - A | A

07 de Maio de 2024, 16h:19 - A | A

Geral / Peixoto de Azevedo

Marido de fazendeira que matou 2 é liberado da cadeia



Reportagem 

A 2ª Vara de Peixoto de Azevedo, após manifestação do Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), e pedido da defesa, pela revogação da prisão preventiva de Márcio Ferreira Gonçalves  expediu, na  segunda-feira, 6, alvará de soltura em favor dele. Ele era acusado de participar do assassinato de dois homens em abril.

  O MP denunciou o irmão de Márcio, Edson Gonçalves Rodrigues, assim como Inês Gemilaki e Bruno Gemilaki Dal Poz pelos homicídios qualificados das vítimas Pilson Pereira da Silva e Rui Luiz Bogo, e pela tentativa de homicídio contra outras duas vítimas no último dia 21 de abril.

 O órgão ainda pediu que os denunciados paguem R$ 1 milhão à família de Pilson, R$ 700 mil aos familiares de Rui, e R$ 150 mil para cada uma das duas vítimas que sobreviveram como “reparação dos danos causados”.

 Com relação a Márcio, tanto ele quanto sua cunhada, afirmaram em depoimento que ele não foi à casa onde estavam as vítimas, que só se encontrou com seus familiares horas depois, na fazenda. A defesa dele, patrocinada pelo advogado Cezar Calinoski Junior pediu a revogação da prisão com base nisso.

 O MP entendeu que “ficou comprovado que ele não prestava apoio no momento da execução” e assim “torna-se desnecessária a manutenção da segregação cautelar imposta contra ele”. Ao analisar o pedido a juíza Paula Tathiana Pinheiro concordou com os argumentos da defesa.

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]