Quinta-feira, 20 de Junho de 2024

Geral Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 17:42 - A | A

24 de Maio de 2024, 17h:42 - A | A

Geral / Monitoramento da Sema-MT

Monitoramento em tempo real auxilia na apreensão de caminhão e 6 máquinas

Na operação, as equipes da Sema, PM e PJC encontraram irregularidades em sete propriedades



Maricelle Lima Vieira | Sema- MT
 

A partir do monitoramento dos alertas de alteração de vegetação, identificados pelos satélites Planet, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em conjunto com as Polícias Militar e Civil de Mato Grosso, realizou uma nova fase da Operação Amazônia, que terminou nesta sexta-feira (24.05). A ação, iniciada no dia 14 deste mês, resultou na apreensão em flagrante de um caminhão e seis máquinas pesadas, sendo quatro tratores de esteira, uma pá carregadeira e uma colheitadeira.

A operação batizada de Nômade – devido aos alvos fiscalizados serem definidos no decorrer da ação - aconteceu nos municípios de Tapurah, Marcelândia e União do Sul. Com base nos dados do sistema de fiscalização em tempo real, a estratégia das equipes foi identificar os locais e o andamento das infrações. Como resultado, conseguiram por fim aos crimes ambientais no momento que eram realizados.

Em sete propriedades, foram aplicados seis autos de infração e sete termos de embargo e identificados desmatamento em área de especial preservação, exploração seletiva em área de especial preservação, descumprimento de embargo, impedir regeneração de vegetação nativa e exercer atividade potencialmente poluidora sem autorização.

As autuações e embargos estão sendo calculados pelas equipes.

Operação Amazônia

A Operação Amazônia foi colocada em prática por órgãos estaduais e federais, sob a coordenação da Sema. O Governo do Estado irá destinar R$ 74,5 milhões para o combate de crimes ambientais em todo o território mato-grossense ao longo de 2024. Desde 2019, foram investidos mais de R$ 314,5 milhões para combate aos incêndios florestais e desmatamento ilegal.

As equipes têm como auxílio equipamentos de monitoramento em tempo real por satélite de todo o território de Mato Grosso e mantêm fiscalização contínua no local onde é identificado o crime ambiental.

A ferramenta, contratada pelo REM, age de forma preventiva, minimiza os danos, aumenta a celeridade na resposta, facilita a responsabilização e permite o embargo da área de forma imediata por meio do monitoramento diário e alertas semanais de desmatamento.

Os agentes também apreendem e removem maquinários flagrados em uso para o crime, efetivando a responsabilização, já que apreensão de bens promove a descapitalização do infrator.

Denúncias

Os crimes ambientais devem ser denunciados à Ouvidoria Setorial da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, pelo 0800 065 3838, pelo aplicativo MT Cidadão ou em uma das regionais da Sema.



Quem se deparar com um crime ambiental também pode denunciar à Polícia Militar, pelo 190.
 


 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]