Terça-feira, 21 de Maio de 2024

+Saúde Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 07:44 - A | A

08 de Maio de 2024, 07h:44 - A | A

+Saúde /

Alimentação saudável e exercícios são defesa contra o câncer

Adotar um estilo de vida saudável pode parecer simples para alguns, mas é desafiador para outros. No entanto, é a regra básica para alcançar a longevidade



Reportagem

O câncer não tem uma causa única. Estudos apontam que fatores genéticos e comportamentais influenciam diretamente no desenvolvimento da doença. Por isso, a máxima ‘prevenir é melhor que remediar’ deve ser um mantra internalizado e colocado em prática quando o assunto são neoplasias.  

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o câncer é a segunda principal causa de morte no mundo e foi responsável por 9,6 milhões de óbitos em 2018. O levantamento apontou ainda que 40% dos casos poderiam ser prevenidos evitando comportamentos de risco, como consumo de álcool, alimentação desequilibrada, tabagismo e sedentarismo.  

Adotar um estilo de vida saudável pode parecer simples para alguns, mas é desafiador para outros. No entanto, é a regra básica para alcançar a longevidade. “Distanciar dessa rota aumenta a chance de ser acometido por um tumor na estrada da vida”, explica o médico do Trabalho do Serviço Social da Indústria (Sesi), Ediney Espínola, que alerta sobre o aumento dos índices da doença.  

“Não podemos alterar os fatores genéticos, mas conseguimos mudar nossos hábitos para desvencilharmos dessa realidade. Precisamos compreender a seriedade da situação e perceber que, ano a ano, o número de casos vem aumentando; e o estilo de vida que levamos tem sido determinante para esse crescimento.”

  O avanço da doença é evidente nos registros de câncer em Mato Grosso. Segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), houve um aumento significativo de casos: de 5.052 em 2021 para 7.205 em 2022. Entre as neoplasias mais comuns, o câncer de mama afetou 581 mulheres em 2021 e 683 em 2022, enquanto o câncer de próstata afetou 415 homens em 2021 e 489 em 2022.  

Para Espínola, os números reforçam a urgência da conversão das pessoas para um caminho construído em práticas que promovam qualidade de vida, estrada considerada segura e assertiva para o enfrentamento do atual cenário.

“A população não pode se entregar ao bel-prazer e ser imprudente com a sua própria saúde. O futuro depende de nós e deve ser moldado ainda no presente, com base nas escolhas conscientes que fazemos e que vão impactar ter um impacto direto em nosso bem-estar.”

  Xô sedentarismo! - Para um futuro com mais qualidade, a orientação é incluir na rotina a prática de atividades físicas. “Três vezes na semana já é o suficiente”, garante o profissional, que ainda lista caminhada, corrida, musculação, aulas de dança ou natação como alternativa.

“O exercício de sua preferência. O importante é sair do sedentarismo para evitar as doenças crônicas.”   A alimentação desempenha um papel crucial no risco de câncer. Segundo a nutricionista do Sesi MT, Rafaela Martins, combinar atividades físicas com uma dieta equilibrada é a chave para uma prevenção eficaz.

Ela recomenda optar por alimentos naturais e nutritivos, reduzir o consumo de ultraprocessados e incluir refeições coloridas com grelhados e legumes no vapor. Além disso, sugere frutas como acompanhamento para lanches, como pão com ovo no café da manhã.

  Unir hábitos saudáveis com exames preventivos para detectar o câncer precocemente é crucial, pois aumenta consideravelmente as chances de um tratamento bem-sucedido, podendo alcançar até 90% de cura. Além disso, é recomendável incluir acompanhamento médico como parte integrante desse novo estilo de vida.    

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]