Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Variedades Domingo, 01 de Março de 2015, 00:00 - A | A

01 de Março de 2015, 00h:00 - A | A

Variedades /

Novo Jeep Cherokee atrai todos os olhares, mas só até o Renegade chegar



Poucas vezes uma montadora esteve tão focada num único produto como a Jeep está agora, no Renegade. O SUV compacto será lançado no Brasil em março, com produção em Goiana (PE) numa fábrica da FCA (Fiat Chrysler Automobile) com bandeira da marca americana.

Natural, portanto, que o novo Jeep Cherokee -- lançado nos Estados Unidos em 2013 com marcante reforma visual -- não seja exatamente um trending topic automotivo entre nós. Mas é um carro bem interessante, ressalvando o preço exagerado; quase um crossover (station + utilitário), mantém capacidade fora-de-estrada (embora menos na versão Limited, que avaliamos) acrescida de cabine confortável e bom pacote tecnológico.

Os R$ 194.900 pedidos pela Jeep nem merecem comentário (o Cherokee equivalente nos EUA custa menos de US$ 40 mil). Paga quem quer. Mas é um valor que o posiciona entre a alta gama de marcas generalistas (Hyundai Santa Fé a R$ 153 mil) e o andar de baixo das premium (Audi Q5 de entrada a R$ 214 mil).

Uma coisa é certeza: ter um Cherokee 2015 atrai olhares nas ruas -- talvez mais de curiosidade que de inveja/cobiça/admiração. (Não custa lembrar que o modelo, quarentão, já foi ícone de novorriquismo no Brasil, junto com o Mitsubishi Pajero).

A dianteira é o ponto-chave: ela mantém a grade com sete aberturas verticais típica da Jeep, mas a ladeia com audacioso conjunto óptico em três porções: seta e luz diurna no topo, faróis ao centro, luz de neblina abaixo.

Novas tecnologias de iluminação, como xênon e LED, permitem esse tipo de arranjo, até porque ocupam menos espaço físico. Citroën (nova gama C4, Cactus e Picasso) e Nissan (Juke) seguiram caminhos parecidos , mas o melhor resultado foi obtido no Cherokee. De resto, seu desenho faz com que pareça ser maior do que é, e a traseira poderia estar numa perua média-grande.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]