Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Atualidades Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2024, 09:59 - A | A

12 de Janeiro de 2024, 09h:59 - A | A

Atualidades / Alta Floresta

Banco de Sangue precisa em média de 20 bolsas de cada tipo sanguíneo por dia

Karine Lino enfermeira e diretora do banco de sangue, diz que há sempre pessoas precisando de doação



Ilson Machado
Reportagem

Banco de Sangue de Alta Floresta – UCT- através do Consórcio de Saúde do Alto Tapajós, tem atendido uma grande demanda dos municípios que compreendem as regiões norte e extremo norte de Mato Grosso, apesar de estar com o estoque em situação crítica.
De acordo com a Enfermeira Karine Lino, responsável pelo UCTgeralmente nessa época do ano em decorrência das férias, de viagens e outros fatores, o número de doares costuma baixar. Com isso a dificuldade do banco em atender as unidades de saúde aumenta.
Nos períodos de fim e início de ano, de acordo com a profissional que atua na área da coleta, sempre há uma queda substancial nas doações.

Por isso é necessário a conscientização e solidariedade da população, na colaboração para reposição dos estoques, principalmente dos tipos O + e O - que são as tipagens mais procuradas, embora haja a necessidade de todos os tipos sanguíneos.
“A doação de sangue é voluntária e gratuita. O sangue coletado beneficia pessoas internadas e em tratamento nas unidades e hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS)”, diz a enfermeira.

Alguns municípios que integram o Consórcio de Saúde do Alto Tapajós, segundo ela, sensibilizados com a dificuldade do banco de sangue em manter os estoques abastecidos, fizeram parcerias e campanhas emergenciais voluntárias, com a finalidade de conseguirem aumentar o número de bolsas de sangue.
Paranaíta tem uma parceria firmada entre a Farmácia Municipal do município e o Banco de Sangue, desde 2022. Apiacás é outro município que tem se mobilizado através de campanhas junto à população.
A campanha “1ª Doação de Sangue” realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Apiacás em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde de Mato Grosso, a UCT Alta Floresta e Hospital Regional, teve um resultado extremamente positivo e satisfatório.

“Foram realizadas 57 coletas, que foram de grande ajuda. Mesmo com todo o esforço e empenho empregados ainda não é o bastante, porque todos os dias tem pessoas necessitando de procedimentos médicos que exigem transfusão de sangue”, enfatiza a profissional.
Karine Lino diz que o ideal seria a UTC, sempre ter disponíveis diariamente no mínimo 20 bolsas de cada tipo sanguíneo.

foto/ reprodução

foto

 

E complementa: “mas Isso é quase uma Utopia, lutamos diariamente para que caminhemos próximo a esse sonho".
A enfermeira frisa que o estoque de sangue teve um complemento considerável nos últimos três dias, com pessoas aderindo ao chamamento para doar, teve ainda um ajuda bastante significativa de Cuiabá. Mas ela lembra que o sangue estocado tem prazo de validade de 35 dias. Por isso, a renovação do estoque tem que ser constante.

Para quem quer ser um doador - É importante que a pessoa interessada em doar esteja em boas condições de saúde, evite comidas, gorduras e derivados lácteos pelo menos 2 dias que antecedem a doação.
Não tenham histórico de hepatites, hanseníase, tuberculose ou câncer.
E beba bastante água (o segredo de um excelente fluxo está no índice de hidratação do doador).
Mulher: não estar menstruada, gestante ou em processo de amamentação.
Ter idade mínima de 16 a 59 anos (primeira vez).
Pesar no mínimo 50 kg.
Não ter procedimento cirúrgico ou odontológico recente.
Evitar uso de bebida alcoólica no período que antecede a doação.

Intervalo de doações: Homens a cada 3 meses Mulheres a cada 4 meses
Os atendimentos para coletas acontecem no Banco de Sangue de Alta Floresta - UCT de segunda a sexta das 7 às 11 hs e das 13 às 16 hs.
Av. Ariosto Da Riva,1933 - Anexo ao Hospital Regional – Centro - Alta Floresta/MT.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]