Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Carros Sexta-feira, 21 de Outubro de 2022, 17:12 - A | A

21 de Outubro de 2022, 17h:12 - A | A

Carros /

Para acelerar contra o vento

A BMW apresenta a M 1000 R 2023, a naked mais potente do mercado atual



por Edmundo Dantas
AutoMotrix

 

Ainda dentro das comemorações dos 50 anos da divisão esportiva M, a BMW acaba de apresentar na Alemanha a linha 2023 da M 1000 R, abreviada como MR, que ganhou um novo motor e aerodinâmica aprimorada para as pistas. A meta era ousada: criar a naked mais potente do mercado atual. Para ajudar nesse objetivo, o motor 999 cc de quatro cilindros em linha Shiftcam – o mesmo da S 1000 RR – entrega 210 cavalos a 13.750 giros e torque de 11,3 kgfm a 11 mil rotações –, números ainda mais impressionantes para uma moto quase sem carenagens ou proteções aerodinâmicas. Por dois cavalos, os germânicos deixaram para trás a rival italiana Ducati Streetfighter V4 S, com seus 208 cavalos de potência. A M 1000 R chegará às concessionárias europeias nas cores Light White/M Motorsport e Black Storm metálico/M Motorsport por 22.850 euros – cerca de R$ 118 mil. Não há informações sobre o lançamento do modelo no Brasil.

Para chegar ao resultado obtido na M 1000 R, a BMW se preocupou com os detalhes. A caixa de câmbio com “quickshifter” foi projetada para ser acionada mais rapidamente. Os dutos de admissão têm comprimento variável, o silenciador é de titânio, a corrente é M Endurance e o quadro de alumínio foi revisado. A suspensão eletrônica é de série – uma novidade na M 1000 R. O sistema de freio dianteiro tem pinças M anodizadas e juntas dos discos de 320 milímetros de diâmetro. Outra novidade são as “barbatanas” aerodinâmicas. Na área frontal superior, a M 1000 R estreou os Winglets, capazes de gerar uma carga de 11 quilos a 220 km/h. O modelo oferece ainda um pacote M Competition.

Com limite de giro de 14.600 rpm, a MR tem as três últimas marchas mais curtas. O pacote aerodinâmico amplia o “downforce” para mantê-la estável em altas velocidades, tendo a suspensão dianteira “upside down” com controle dinâmico de amortecimento (DDC). O modelo conta também com o Brake Slide Assist, que permite frear dentro da curva, com um deslizamento constante.

A eletrônica mantém os modos de pilotagem “Rain Road” e “Dynamic” e incorpora outros dois projetados especificamente para a pista: o “Race” e o “Race Pro 1-3”. A moto tem três configurações para a resposta do acelerador e três níveis de freio-motor – selecionados no modo “Race Pro”. Tudo isso pode ser monitorado pelo display de TFT de 6,5 polegadas, que tem interface OBD para se conectar com o M GPS Datalogger e o M GPS Laptrigger. A fibra de carbono aparece em itens como para-lamas e tampa da caixa de ar e da roda dentada. O garupa conta com pedaleiras fresadas M. 

Álbum de fotos

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]