Sábado, 18 de Maio de 2024

Esporte Segunda-feira, 01 de Abril de 2024, 07:47 - A | A

01 de Abril de 2024, 07h:47 - A | A

Esporte / ESPORTE

Ginástica artística: Brasil leva ouro e 3 pratas em Copa do Mundo

Jade Barbosa foi a melhor no solo, com série ao som de Britney Spears



Agência Brasil

A menos de quatro meses da Olimpíada de Paris, o Brasil subiu quatro vezes ao pódio neste domingo, 31, com um ouro e três pratas, na etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística, em Antalya (Turquia). A carioca Jade Barbosa foi campeã no solo, após apresentar uma série ao som da canção “Baby One More Time”, de Britney Spears.
Na prova da Jade, o pódio foi completado por duas francesas: Morganie Ramer, foi prata, com 13,667, e Melanie Jesus, com 13,600, ficou com o bronze. A competição é preparatória para as Olimpíadas, em que Jade será peça essencial para a equipe brasileira em busca de uma medalha.
Jade está perto da terceira Olimpíada da carreira. Ela foi para os Jogos de Pequim 2008, quando chegou nas finais do salto, individual geral e por equipes, depois ficou fora de Londres 2012, voltando ao evento na Rio 2016. Após ficar fora dos Jogos de Tóquio, ela é nome quase certo em Paris, nas Olimpíadas que começam dia 26 de julho.

Também houve chuva de pratas com Rebeca Andrade (barras assimétricas), Flávia Saraiva (trave) e Diogo Soares (barra fixa). A competição vale pontos na corrida por vaga olímpica nos Jogos de Paris. Até o momento, apenas Diogo Soares e a equipe brasileira feminina (Rebeca Andrade, Flávia Saraiva, Jade Barbosa, Lorrane Oliveira e Júlia Soares) têm presença garantida nos Jogos.
Antes, a campeã olímpica no salto, Rebeca Andrade se destacou nas barras assimétricas. Nascida em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, Rebeca conquistou a prata com a nota 14.067, ficando atrás da francesa Mélanie de Jesus dos Santos (14.567), que levou o ouro. O bronze ficou com a britânica Georgia-Mae Fenton (13.767). A carioca Lorrane Oliveira também disputou a final, mas ficou fora do pódio com a nota 13.600.
A carioca Flavinha Saraiva também brilhou com prata na trave, com a nota 14.000. A campeã foi a chinesa Sun Xinyi (14.267) e a taiwanesa Yang Ko-Wen (13.300) levou o bronze.
Já com a vaga carimbada para Paris 2024, o paulista Diogo Soares foi vice-campeão nas barras fixas ao obter a nota 13.800. O ouro ficou com o espanhol Joel Plata (14.000) e o bronze com o turco Mert Efe Kilicer (13.700).

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]