Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Mais Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018, 00:00 - A | A

12 de Novembro de 2018, 00h:00 - A | A

Mais /

Mais...



SENADO 
Os 11 candidatos ao Senado por Mato Grosso gastaram juntos R$ 14,3 milhões com a campanha nas eleições deste ano. Apesar de ter ficado em 5º lugar com 330,4 mil votos, Nilson Leitão foi o campeão de gastos, com despesas que totalizaram R$ 2,9 milhões. Adilton Sachetti, que obteve 303 mil votos, gastou R$ 2,6 milhões. Carlos Fávaro, fez 434,9 mil votos, gastou R$ 2,2 milhões. Jayme Campos, que foi eleito com 490,6 mil votos, gastou R$ 2,1 milhões.  A Candidata mais votada, Selma Arruda, com 678,5 mil votos, gastou R$ 1,7 milhão. Maria Lúcia, que recebeu 172,2 mil votos, gastou R$ 1,8 milhão. Aladir Leite Albuquerque que teve 9,3 mil votos, gastou R$ 860 mil. Sebastião Carlos que não teve os votos contabilizados por problemas com o registro de candidatura, gastou R$ 68,8 mil. Waldir Caldas que fez 71,4 mil votos, investiu R$ 28,6 mil. Quem gastou menos foi Gilberto Lopes Filho, que recebeu apenas 6 mil votos, e gastou somente R$ 3 mil.

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]