Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Agronegócio Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 08:47 - A | A

10 de Junho de 2024, 08h:47 - A | A

Agronegócio / Soja

Vazio sanitário da soja começou no sábado, 8, em Mato Grosso

Período proíbe qualquer estágio vegetativo de soja, visando reduzir a ocorrência da ferrugem asiática



Letícia Haddad Schurings
Indea

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) lembra a todos os sojicultores que o período do vazio sanitário da soja para a safra 2024/25 teve início no sábado, 8, com término em 06 de setembro. Esta antecipação, estabelecida pela Portaria SDA/MAPA Nº 1.111 do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), altera o cronograma tradicional, que previa o início para a segunda quinzena de junho.
O vazio sanitário de 90 dias é uma medida crucial para a prevenção da ferrugem asiática na soja, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi. Esta doença pode causar danos significativos às lavouras, resultando no amarelecimento precoce de folhas e caule e prejudica o enchimento dos grãos. Durante este período, é proibida a presença de qualquer estágio vegetativo de soja nas plantações.
No período de vigência do vazio sanitário, servidores do Indea realizarão fiscalizações nas propriedades para assegurar o cumprimento da norma. Os produtores que não respeitarem o vazio sanitário estarão sujeitos a multas. No ano passado foram realizadas 5.864 fiscalizações e lavrados 67 autos de infração.

Na safra 2023/2024 o Indea cadastrou um total de 16.440 unidades de produção de soja, abrangendo mais de 11,2 milhões de hectares plantados e com o registro de 8.898 produtores.
O período de semeadura começará em 07 de setembro e se estenderá até 08 de janeiro de 2025.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]