Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Atualidades Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 09:03 - A | A

24 de Maio de 2024, 09h:03 - A | A

Atualidades / Planejamento

Alta Floresta sedia oficina Regional de Planejamento e análise do SUS

A oficina enfoca a elaboração do Plano Operativo para Revisão de Teto MAC, que é um anseio dos gestores há muito tempo e o objetivo é trabalhar sobre o planejamento no SUS



Ilson Machado
Mato Grosso do Norte

Teve início segunda-feira, 20, com encerramento previsto para hoje, sexta-feira, 24, a Oficina Regional “Planejamento no SUS da análise da situação de Saúde à elaboração de instrumentos de planejamento e gestão”.
O evento debate diversos assuntos referentes a Saúde e ao SUS[Sistema Único de Saúde], tais como: Introdução ao Planejamento no SUS e arcabouço legal; Relações na Administração Pública; Instrumentos de Planejamento, Etapas e Prazos; Contabilidade Pública; Análise da Saúde Municipal; Instrumentos de Planejamento; Plano Municipal de Saúde – PMS; Programação Anual de Saúde – PAS; Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior – RDQA; Relatório Anual de Gestão – RAG; Sistema DigiSUS Gestor Módulo Planejamento – DGMP; e Plano Operativo para Revisão de Teto MAC.
As palestras acontecem no auditório do Sintep (Sindicato dos Trabalhadores na Educação) em Alta Floresta, e estão sendo ministradas pelos assessores técnicos do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Mato Grosso (COSEMS-MT), Cristian Bonapaz e Rogério Noro.
O evento que é direcionado para secretários municipais de saúde, contadores, técnicos municipais da área de planejamento e apoiadores do COSEMS-MT, conta com a presença de 30 participantes, representantes de 12 Municípios que integram as regiões de saúde do Alto Tapajós e Norte Mato-grossense.

foto/ Mato Grosso do Norte

foto

 Cristian Bonapaz e Rogério Noro, palestrantes 


“A oficina enfoca a elaboração do Plano Operativo para Revisão de Teto MAC, que é um anseio dos gestores há muito tempo e o objetivo é trabalhar sobre o planejamento no SUS, sobre a construção dos planos municipais de saúde e enfatizar a análise situacional de saúde para rever a realidade de cada município, referente as suas peculiaridades e buscar melhorias no financiamento do teto MAC, que a gente chama de teto de média e alta complexidade que serve para custear os exames, especialidades, consultas, cirurgias de todos os municípios”, explica Rogério Noro.
O assessor técnico do COSEMS-MT, ainda disse que todo o conteúdo da oficina e de fácil absolvição. Quanto a participação, ele faz questão de frisar que é a oitava região que a equipe de assessores está percorrendo com a oficina. Mas que ainda há mais oito regiões que serão finalizadas até o mês de setembro. Segundo Rogério, nessa oficina que contempla as regiões Alto Tapajós e Norte Mato-grossense a participação tem sido de 100%. Ou seja, com todos os municípios convidados marcando presença.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]