Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Carros Sexta-feira, 19 de Agosto de 2022, 11:16 - A | A

19 de Agosto de 2022, 11h:16 - A | A

Carros / Taycan

Racionalidade na emoção

Versão 4S é a que traz o melhor custo/benefício do Taycan, por combinar a esportividade, autonomia e preço



Na hierarquia da linha Porsche Taycan, o modelo básico, chamado simplesmente de Taycan é o único com tração somente na traseira. A partir da versão avaliada 4S, todas configurações do sedã elétrico alemão – GTS, Turbo e Turbo S – contam com motores nos dois eixos. Entre elas, as diferenças são de conteúdo, potência e, logicamente, preço, que sobem numa proporção bem acentuada. No Brasil, a linha começa em R$ 629 mil, chega nos R$ 709 mil da 4S, R$ 819 mil da GTS, R$ 929 mil da Turbo e alcança R$ 1,099 milhão da Turbo S.

A escalada de preços corresponde à de potência. E quanto maior a performance, mais requintada fica o modelo, inclusive tecnologicamente. Os recursos necessários para um modelo com tração traseira, 326 cv e 35,2 kgfm, como é o Taycan de entrada, certamente não são os mesmos desse mesmo veículo, mas empurrado por motores nos dois eixos com 625 cv e 107 kgfm, como o Turbo S.

O modelo 4S, com 435 cv e 65,2 kgfm, é entre todos o que melhor equilibra dinâmica, autonomia e preço. Pelo fato de ter a mesma bateria da versão de entrada, com 71 kWh líquidos, ele pesa 2.140 kg, 155 kg a menos que a versão Turbo S, que usa a maior bateria da linha, com 83,7 kWh líquidos. Em relação à autonomia, a 4S percorre 320 km, enquanto a Turbo S chega a 340 km, medidos em rodovia. Em uso urbano, o alcance pode chega a 466 km na 4S e 477 km na Turbo S.

 

Impressões ao dirigir
Emoções analógicas

por George Beher
Autocosmos.com/Chile
Exclusivo no Brasil para Auto Press

Flórida, Estados Unidos – O Taycan não parece fora de lugar em Miami, um lugar onde se tropeça em um carro exclusivo a cada dois quarteirões. Mesmo assim, por não serem tão comuns, os Porsche chamam a atenção, ainda mais se for um Taycan, com seus quase 5 metros de comprimento e silhueta estilizada que o faz parecer um protótipo.

Por dentro, a vista do teto panorâmico para as palmeiras que povoam as alamedas da cidade é espetacular. Assim como o som “espacial”, emitido quando é configurado no modo Sport. A emulação analógica dos pedais e direção é muitíssimo convincente. A posição ao volante e a sensação de leveza e equilíbrio que o carro dá é impressionante, ainda mais levando em conta seu peso e tamanho. O Taycan 4S oferece cerca de 435 cv – chega a 530 cv com booster e controle de largada – com torque máximo de 650 Nm. O zero a 100 km/h é cumprido em 4 segundos redondos.

Atualmente, os carros elétricos permitem modular de forma muito linear a resposta do veículo. Em alguns casos, isso faz com que percam personalidade, diante do espectro de resposta que um veículo com motor térmico entrega. Nesse, as curvas de aceleração e respostas estão sujeitas a milhares de fatores analógicos, não importa quanta eletrônica tenha. Mas marca alemã se conseguiu fabricar um Porsche antes de um carro elétrico. E essa sensação é nítida no 4S.

A Porsche calibrou suspensão, direção e direção de forma que o Taycan produzisse uma sensação muito próxima à que um 911 provoca – mais até que um Porsche Panamera ou mesmo um Tesla Model S. Além disso, o Taycan tem um câmbio automático de duas velocidades, o que faz com que a entrega de energia também tenha uma sensação ligeiramente distinta. Nas acelerações, o 4S é um carro mais domesticado, mesmo para aqueles que não estão acostumados com as reações violentas de esportivos elétricos. Outro detalhe é que, embora o 4S seja ser mais rápido que o 911 Targa 4S ou o Panamera GTS, parece até menos agressivo por conta da ausência de som.

Passando para o interior do Taycan, os revestimentos são em dois tons. Em tamanho, é um carro para quatro adultos e quatro malas de viagem não muito grandes. O porta-malas tem 407 litros, mais um porta-malas de 87 litros na frente, onde você pode armazenar cabos ou uma mochila. É um carro mais prático do que se espera. 

Álbum de fotos

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]