Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Economia Quarta-feira, 15 de Maio de 2024, 08:47 - A | A

15 de Maio de 2024, 08h:47 - A | A

Economia / Fortalecimento

Setor florestal fortalece economia de Mato Grosso por meio de parcerias nacionais e internacionais

Indústria madeireira aumenta projeção e acesso aos mercados consumidores com realização de eventos técnicos e comerciais



Da Assessoria/Cipem  

Setor de base florestal de Mato Grosso intensifica ações de fomento com o mercado nacional e internacional. Na segunda-feira, 13, foi realizado em São Paulo (SP) um jantar de intercâmbio para promoção e atração de investimentos chineses de Macau e Hengqin.

Participaram do encontro o vice-presidente do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem), Zico Sigfrid Kirsch, o cônsul-geral da República Popular da China em São Paulo, Yu Peng, o vogal executivo do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (Ipim), Sam Lei, além de representantes da Agência Brasileira de Promoção e Exportação e Investimentos (Apex Brasil), da Associação Brasileira de Zonas de Processamento de Exportação (Abrazpe) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Dedicado à promoção do comércio exterior e do investimento na região de Macau, o Ipim foi fundado em 1997 e desempenha um papel fundamental promovendo oportunidades de negócios, facilitando o comércio internacional e apoiando o investimento estrangeiro.

Oferece uma série de serviços e programas para empresas locais e internacionais, interessadas em expandir seus negócios em Macau. Isso inclui a organização de feiras e eventos comerciais, a facilitação de missões comerciais e empresariais, a prestação de serviços de consultoria e assistência técnica, bem como a promoção de investimentos externos em setores-chave, diversificando a economia local e o desenvolvimento sustentável da região. Industriais associados ao Cipem estiveram em Macau, na China, no Fórum Global da Madeira, em novembro de 2023.

No contexto global, tanto a China como a Índia se destacam como importantes consumidores de produtos madeireiros, extraídos de áreas de manejo florestal sustentável (MFS), observa o presidente do Cipem, Ednei Blasius. Novas missões empresariais estão programadas em 2024 com destino aos dois países asiáticos e à França. Nos dias 28 a 30 deste mês, uma comitiva de empresários associados ao Cipem estará na feira Carrefour International du Bois, em Nantes, região localizada no oeste da França. 

O Cipem participa do evento com um espaço exclusivo, totalmente estruturado em madeira nativa mato-grossense. No próximo mês, de 19 a 21 de junho, será realizada a 5ª edição do Dia na Floresta, no município de Alta Floresta, destacando a produção por meio de Planos de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), além da realização de rodada de negócios.

O evento é promovido pelo Cipem com apoio de parceiros. Lideranças e empresários do setor de base florestal retornam a São Paulo (SP) no começo do segundo semestre de 2024 para participar da ForMóbile, no período de 2 a 5 de julho de 2024. A ForMóbile é uma das principais feiras internacionais da indústria de móveis e madeira na América Latina. Realizada a cada dois anos, reúne fabricantes, fornecedores, designers, arquitetos e profissionais do setor para apresentar as últimas tendências, produtos e tecnologias relacionadas ao mobiliário e à indústria da madeira. Em março deste ano, o Cipem também realizou junto com o Fórum Nacional das Atividades de Base Florestal (FNBF), a 2ª edição do evento “Madeira Sustentável: o futuro do mercado”, no Rio de Janeiro (RJ).

“Mato Grosso tem 5,025 milhões de hectares de florestas manejadas e conservadas. Produz 7 milhões de metros cúbicos (m3) de madeira a partir de Planos de Manejo Florestal Sustentável (PMFS) e recolheu R$ 66 milhões em impostos (em 2022). É um setor importante para economia estadual, sendo o principal gerador de receita em vários municípios, além de ter um sistema de rastreamento da produção florestal (Sisflora 2.0) que é o mais eficiente do mundo, garantindo a procedência e legalidade dos produtos mato-grossenses”, destaca Blasius.

Há potencial para avançar ainda mais e alcançar 7 milhões de hectares de florestas manejadas e conservadas no território mato-grossense, segundo levantamento da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). Em Mato Grosso, o Cipem congrega 8 sindicatos e 523 indústrias, localizadas em 66 dos 142 municípios do Estado, empregando 12.712 pessoas.

“Queremos aumentar a inserção dos produtos florestais no mercado interno e internacional”, ressalta o presidente do Cipem. 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]