Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Política Sexta-feira, 05 de Julho de 2024, 07:47 - A | A

05 de Julho de 2024, 07h:47 - A | A

Política / Alta Floresta

Sispumaf cobra diálogo com a gestão e soluções para demandas enfrentadas pelo funcionalismo

Estamos em um ano de eleição onde precisamos pensar no futuro do serviço público, diz presidente da entidade



Reportagem
Mato Grosso do Norte

O presidente do SISPUMAF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alta Floresta) Edimar Silva, afirma que há grande necessidade de avançar no diálogo com a gestão municipal, sobre temas de relevância para o funcionalismo.
Conforme ele, há tempo que os problemas enfrentados pela categoria são expostos, mas como não houve nenhuma solução, a situação vem se agravando. Portanto, observa a necessidade de estabelecer um diálogo construtivo em busca de soluções.
“O Sispumaf e servidores na sua maioria sentimos a grande necessidade de avançarmos nas discussões do funcionalismo público do município. Não somos privilegiados como muitos dizem, pois no momento já estamos tendo problemas com as demandas existentes e no futuro, se não adequarmos irá ficar pior. O município está em crescimento e com essas situações que estão se acumulando. Não podemos ficar esperando”, enfatiza Edimar.
Segundo ele, os servidores tem a promessa da gestão municipal de estar buscando solução, mas observa que “está muito moroso esse processo”.
As principais reivindicações dos servidores, para ajudar a suprir a necessidade do setor público, buscando seu fortalecimento e melhorando qualidade dos serviços prestados a população, conforme ele, são:
• Realização de Concurso público da estrutura geral;
• Revisão do estatuto dos servidores públicos;
• Reformulação do Plano de Cargos Carreira e Salários da estrutura Geral;
• Instituição do Programa de Gerenciamento de Riscos – PGR;
• Regularização das verbas adicionais de insalubridade e periculosidade;
• Criação da equipe multifuncional para cuidar e prevenir a saúde do servidor;
• Rever Tabela dos Técnico em Nível Médio (TNM, TAF e técnicos em enfermagem) entre outros problemas que temos no setor;
• Licença Prêmio Rever a lei 173 (Conforme Parecer Favorável do tribunal de contas).

Estamos em um ano de eleição onde precisamos pensar no futuro do serviço público, diz presidente da entidade

“Estamos em um ano de eleição e precisamos pensar no futuro do serviço público, fortalecendo os setores em geral, Saúde, Educação, infraestrutura e outras secretarias e departamentos, melhorando nossas estruturas físicas e o ambiente de trabalho, valorizando e qualificando os servidores, para entregarmos um serviço de qualidade para nossa população”, enfatiza Edimar.
O sindicalista acrescenta que é necessário quebrar o paradigma que o funcionalismo público é o peso das contas públicas de estados e municípios.
“Temos excelentes profissionais em nosso quadro de servidores que trabalham e trazem melhorias e recurso para o desenvolvimento municipal. Os gestores e futuros gestores precisam pensar no fortalecimento do setor público de maneira justa e equilibrada, tanto para o ente quanto para os servidores. Assim teremos uma entrega de serviço a nossa população de qualidade onde todos irão sair ganhando”, aponta.
Ele afirma que não adianta cobrar os servidores sem investirmos adequado na categoria. Outro ponto que preocupa de acordo com Edimar é o grande número de servidores afastados. “A gestão pública precisa criar meios de cuidar da saúde e segurança dos nossos funcionários. “Nosso trabalho é servir, mas precisamos de ter o suporte necessário pra acontecer”, enfatiza.

Acesse o nosso grupo do Whatsapp - https://chat.whatsapp.com/LSlrf7Prs9527rwKhvH9tr  

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]