Quarta-feira, 22 de Maio de 2024

Política Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022, 07:59 - A | A

10 de Agosto de 2022, 07h:59 - A | A

Política / Paranaíta

'Trabalhamos com diálogo e parceria com o Executivo, mas temos autonomia'

Presidente da Câmara, Adimilson Mota, diz que Paranaíta tem boa arrecadação é tem obrigação de ser uma referência



José Vieira
Mato Grosso do Norte

O presidente da Câmara Municipal de Paranaíta, vereador Adimilson Mota, no balanço das ações nos primeiros 7 meses de 2022, em entrevista ao jornal Mato Grosso do Norte, observa que apesar de trabalhar em parceria com o executivo municipal, o poder Legislativo atua com autonomia na análise e votação das matérias.
Conforme ele, matérias importantes foram debatidas este ano. Um fato que marcou este primeiro semestre de 2022 foi o projeto de lei que o Executivo Municipal pedia autorização para fazer um financiamento. No entanto, assegura que apesar da polêmica, do debate acalorado, não restou ressentimentos e o relacionamento entre os poderes continua com ênfase no diálogo.
“Foi um projeto com muita discussão, de posicionamentos diferentes, mas que foi apenas mais um projeto que foi reprovado pela Câmara Municipal. O executivo entendeu que a política é assim e estamos seguindo a vida da mesma forma de antes. O prefeito continua tratando os vereadores da mesma maneira”, afirma Adimilson.
Porém, segundo o vereador, o episódio serviu também para provar que a Câmara municipal age com autonomia. “Naquilo que a maioria define que é bom para o município na nossa avaliação, votamos de acordo com o que achamos certo”, enfatiza.
Entretanto, o presidente acentua que a maioria dos projetos, se há pontos divergentes, os vereadores dialogam com o prefeito e as correções são feitas, sem precisar sequer a apresentação de emendas.
“Muitas vezes, antes do projeto vir para a Câmara a gente discute com o prefeito e já é feita a correção. A mudança é feita no projeto antes da matéria ir à votação. As demandas que levamos para o prefeito, não são nossas, são da população. Mas temos a nossa independência e predomina a opinião da maioria”, reitera.

Não podemos comparar Paranaíta com outros municípios que tem a mesma população, mas que não tem duas usinas que geram impostos

A forma de trabalhar dos vereadores, conforme Adimilson, não é denunciar os problemas na tribuna da Câmara. Mas levar para o prefeito e secretários, conversar e buscar a solução, sem também denunciar em rede social. “Se o prefeito não resolver, iremos procurar outros meios, mas geralmente ele resolve no diálogo”, assegura.
Arrecadação - Para o parlamentar, Paranaíta é um município diferenciado porque tem uma arrecadação grande, comparado com outros município do mesmo porte.
“Como pessoas públicas temos que ter consciência disso! Nossa arrecadação é diferenciada. Não podemos comparar Paranaíta com outros municípios que tem a mesma população, mas que não tem duas usinas que geram impostos. Nossa arrecadação é boa e temos a obrigação de ser um município diferenciado na estrutura de atendimento da sociedade. E a gente é!”, pontua Adimilson. “Mas não podemos nos acomodar porque tem muito ainda a ser feito”, acrescenta.
O orçamento anual de Paranaíta, conforme o presidente da Câmara, é de cerca de R$ 80 a 90 milhões. Recebe royalties das usinas Hidrelétricas São Manoel e Teles Pires. E esses recursos, segundo ele, favorecem para o município ser uma referência em Mato Grosso.
“Nossa saúde é referências e atendemos moradores de todos os 6 municípios da região no nosso hospital regional”, destaca.
Eleições – O prefeito Osmar Moreira, de acordo com o presidente da Câmara Municipal, deixou em aberto para cada vereador escolher os candidatos que quiserem apoiar nas eleições deste ano.
“Cada vereador tem o seu deputado federal e estadual que vai apoiar. Tem seis deputados que vão ter apoio dos vereadores eleitos. Eu vou acompanhar o prefeito e vou apoiar um candidato do PSD. Para o governo, vamos apoiar o governador Mauro Mendes pelo apoio que ele tem dado ao município e a região”, assegura.
“Para o Senado, apesar do prefeito estar com o Neri Gueller, eu não recebi pedido de apoio de nenhum dos dois principais candidatos: Wellington Fagundes e Neri. Os dois já estiveram em Paranaíta, mas não falaram comigo. Estou esperando o convite e o que me pedir, devo apoiar”, completa.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]