Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

Atualidades Quarta-feira, 10 de Julho de 2024, 08:09 - A | A

10 de Julho de 2024, 08h:09 - A | A

Atualidades / Educação

Cerca de mil crianças e adolescentes estão fora da sala de aula na região de Alta Floresta

Conforme a DRE, nos municípios de Alta Floresta, Carlinda, Paranaíta, Apiacás, Nova Monte Verde e Nova Bandeirantes, cerca de mil crianças estão sem estudar



Ilson Machado
Mato Grosso do Norte

A Encontro de Gestores da Educação começou na segunda-feira, 8, e termina nesta quarta-feira, 10, realizado na sede da Diretoria Regional de Educação (DRE) em Alta Floresta, que compreende os municípios da região da grande Alta Floresta.

E teve uma pauta bastante intensa, mas o item principal das discussões foi o programa que está sendo desenvolvido em todo o Brasil, com a finalidade de trazer as crianças para a sala de aula, o “Busca Ativa Escolar”. O programa foca crianças e adolescentes que deixaram de estudar.

O lema do programa é: se o aluno não vai à escola, a escola vai até ao aluno, considerando que a Educação é um direito de todos, garantido pela Constituição Federal de 1988, visando o pleno desenvolvimento da pessoa e seu preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho.

O diretor da Diretoria Regional de Educação, Clailton Perim, em entrevista ao Jornal Mato Grosso do Norte, disse que o número de alunos fora da sala de aula é preocupante. Porém, por meio de um trabalho consistente, promovido através da busca ativa, tem havido efeito satisfatório e uma reversão gradativa deste quadro.

“Conseguimos já resgatar mais de 700 alunos, mas ainda há cerca de 1.000 alunos fora das instituições de ensino. Muitos deixam de frequentar as aulas com o consentimento familiar. O que temos de entender, primeiro é que quando concordamos com os filhos fora da escola, estamos infrigindo o direito da criança de ter educação. Isso trará consequências futuras para ela. Em segundo, estamos infrigindo outras leis que cobram responsabilidade de todos, da família da sociedade e do Estado sobre a questão da educação de todos os alunos”, aponta Clailton Perim.

O diretor ainda pediu a compreensão, principalmente dos pais, que conversem com seus filhos e tentem uma resolução com relação a esse problema que tem criado corpo a cada dia.

“Não queremos chegar a medida de ter que levar o caso ao Conselho Tutelar, porque temos o que justificar, quando chegar ao Conselho. Os conselheiros vão até a família, e se mesmo assim a criança não comparecer à escola, então, o caso vai para a Promotoria da Criança e do Adolescente. E aí poderá vir penalidade para os pais. E não queremos chegar a esse ponto. Queremos trabalhar em parceria com a família”, disse o diretor da DRE, que ainda informou, que há psicólogos e assistentes sociais fazendo esse trabalho de reintegração dos alunos à sala de aula.

Conforme ele, o encontro dos gestores é muito importante para traçar metas e direcionar ações para intensificar o “Busca Ativa Escolar”.

MT Norte

DRE .jpeg

 

 

 

 

 

Acesse o nosso grupo do Whatsapp - https://chat.whatsapp.com/LSlrf7Prs9527rwKhvH9tr

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]