Domingo, 23 de Junho de 2024

Atualidades Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019, 00:00 - A | A

09 de Dezembro de 2019, 00h:00 - A | A

Atualidades /

Prefeitos cobram duplicação da BR-163 de Peixoto a Guarantã



Edeir Júnior
Notícia VIP

O Prefeito de Matupá Valter Miotto e o Empresário do Agronegócio do Grupo Bom Futuro, Eraí Maggi, receberam o Superintendente Regional do DNIT-MT, Orlando Fanaia e toda comitiva técnica de engenheiros do órgão federal ligado ao Ministério da Infraestrutura.
Na oportunidade passava pela cidade de Matupá a excursão Estradeiro da APROSOJA.
O encontro foi realizado na sede da Empresa Bom Futuro, na terça-feira, 3, as margens da MT-322, contou com a participação dos Prefeitos de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza, de Guarantã, Érico Stevan, Vereadores, Empresários, Associações de Produtores e Cooperativas e o Superintendente do DNIT-MT, Orlando Fanaia.
Prefeitos, Vereadores, Empresários do Agronegócio, Base Florestal e Mineração, bem como os representantes do Movimento Pró Logística, Cooperativas, Associações, Clubes de Serviços e demais participantes do evento, aclamaram pelo nome do Prefeito Valter Miotto para estar à frente da Comissão Pró Duplicação do Trecho da BR-163 entre Peixoto de Azevedo, Matupá e Guarantã do Norte, que este ano foi o que mais registrou acidentes com vítimas fatais.
Ficou decidido que será agendada uma audiência com o Diretor Geral do DNIT para discutir a elaboração conjunta de um projeto de engenharia  visando atender a demanda e o fluxo de caminhões no período de safra.

“A Comissão Pró Duplicação terá a responsabilidade de fazer gestões com a Bancada Federal de Deputados e Senadores de Mato Grosso, afim de garantir recursos no Orçamento da União para 2020, tanto para o projeto de engenharia de transporte rodoviário e a duplicação da BR-163 neste trecho de Peixoto, Matupá e Guarantã”, declarou   Miotto.

Eraí Maggi, solicitou ao Superintendente e Engenheiros do DNIT-MT que já façam os levantamentos técnicos necessários para a futura implantação do modal ferroviário (Ferrogrão) e a própria conclusão da Cuiabá. Ou seja, a duplicação da BR-163 e a construção de viadutos, novos trevos, contornos rodoviários, passarelas aéreas e demais intervenções que possibilitem o desafogamento do trânsito e a minimização dos riscos de acidentes.
“Não podemos mais esperar. Infelizmente as empresas concessionárias cobram pedágios e deixam de cumprir suas obrigações, quer seja de manutenção. É inadmissível termos que conviver com a insegurança no trânsito da BR-163”, salientou o Prefeito Miotto.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]