Segunda-feira, 24 de Junho de 2024

Política Segunda-feira, 04 de Maio de 2015, 00:00 - A | A

04 de Maio de 2015, 00h:00 - A | A

Política /

EIXOTO DE AZEVEDO: Governo e prefeitos discutem repasse federal para hospital regional

Jornal Mato Grosso do Norte



RENATA PRATA/ Redação/Gcom-MT

 

Prefeitos dos cinco municípios que compõe o Consórcio Intermunicipal de Saúde de Peixoto de Azevedo se reuniram com o governador Pedro Taques na tarde desta terça-feira, 28, para discutir os repasses de verba para o Hospital Regional da região. Os chefes do executivo municipal das cidades de Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Matupá, Novo Mundo e Terra Nova do Norte, pediram a intervenção de Taques junto ao governo Federal, que deverá contribuir com 70% do custo da manutenção mensal do hospital. O pedido foi prontamente aceito pelo governador, que deverá marcar uma reunião com o ministro da saúde, Arthur Chioro, para os próximos dias. 

O prefeito de Peixoto do Azevedo, Sinvaldo Santos, ressaltou que o processo de estadualização do hospital regional está em andamento e avançou bastante na gestão de Taques. Ele explica que mesmo com os repasses do estado estando em dia, com a transferência de R$ 1,5 milhão nos últimos três meses, valor usado para cobrir a folha de pagamento, o hospital que tem em sua estrutura 66 leitos de internamento e mais oito de observação, tem uma grande demanda relacionada a manutenção, ampliação e estruturação. Nesse sentido, a verba do Governo Federal se torna imprescindível para o funcionamento da unidade. 

O recurso que é repassado pelo estado, em um montante de 30%, e pela União, 70%, permitirá a diminuição dos custos municipais com a saúde e evitará que pacientes graves, que precisam vir até a capital para fazer tratamento, tenham complicações por conta da distância, diz o prefeito. “Esperamos que a União edite essa portaria o mais breve possível, pois o recurso federal permitirá um melhor funcionamento do hospital e uma reestruturação, com construção inclusive de leitos de UTI. O hospital regional atende, além dos cinco municípios que compõe o extremo norte do estado, 45 mil habitantes do sul do Pará”. 

O deputado estadual Pedro Satélite frisou que o encontro serviu para discutir outras demandas importantes, como a construção da ponte de concreto na MT-419, que liga guarantã – Novo mundo – Alta Floresta que já está licitada e a construção de um trecho de 11 km da MT 322, que interliga o município de Matupá e Peixoto de Azevedo ao distrito de União do Norte.

“A MT-419 é uma rodovia que serve como eixo para exportar a produção de toda a região do Vale do Teles Pires rumo a Santarém. Já o asfalto no Distrito de União do Norte é um sonho da população local, que beneficiária 12 mil pessoas. Foi uma reunião muito importante”, destacou o parlamentar.

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]