Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Política Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2022, 18:35 - A | A

09 de Dezembro de 2022, 18h:35 - A | A

Política / Manifestações

Jayme cobra desbloqueio de contas de empresas de Mato Grosso

Das 43 pessoas jurídicas e físicas atingidas pela decisão de Moraes, 34 são de Mato Grosso.



Assessoria

O senador Jayme Campos cobrou, terça (6), do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, o desbloqueio das contas das empresas cujos proprietários enviaram carretas e caminhões em apoio aos protestos em Brasília contra o resultado das eleições. Das 43 pessoas jurídicas e físicas atingidas pela decisão de Moraes, 34 são de Mato Grosso.

" Ele poderia até aplicar uma multa, mas bloquear as contas de 43 empresas do Brasil, que geram empregos. Eu acho que chegou o momento que o Supremo Tribunal Federal tem que rever algumas decisões, os bloqueios, algumas multas que foram aplicadas de forma exacerbada, saiu uma decisão do Supremo Tribunal Federal afastando o prefeito de Tapurah e, além disso, 173 pessoas receberam uma multa e indisponibilizou também os automóveis", disparou Jayme. 

“Nós temos que fazer aqui, num termo bem chulo, um freio de arrumação, caso contrário, fica muito feio, muito ruim para nós, políticos, que temos a obrigação de fazer com que se cumpra o nosso papel de legítimos representantes do povo e nós temos instrumentos para fazer com que possamos ter consagrado o direito de liberdade de expressão”, afirmou.

"Eu acho que o Senado tem que abrir uma interlocução, até porque todas as indicações passam pelo Senado, é o único órgão que tem a competência, constitucionalmente falando, para que possa agir dentro da forma da lei e buscar um entendimento. Por isso, manifestei a minha indignação de forma respeitosa pelo ministro", completou.

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]