Domingo, 23 de Junho de 2024

Política Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019, 00:00 - A | A

18 de Dezembro de 2019, 00h:00 - A | A

Política /

Nova gestora visa desenvolvimento participativo da Unemat em AF



Reportagem
Mato Grosso do Norte

A professora Dra. Ivone Vieira da Silva, eleita para Diretoria Político-Pedagógica e Financeira (DPPF), da Unemat [Universidade Estadual de Estado de Mato Grosso] no Campus de Alta Floresta, tem uma vasta experiência como Educadora e sua meta e levar seus conhecimentos para a gestão da Universidade e fazê-la avançar para novas conquistas no campo do ensino superior. 
 Ela estudou em escola pública. Concluiu os primeiros anos do ensino fundamental na cidade de São Paulo- SP e os últimos em Nova Bandeirantes/ MT, para onde se mudou em 1991 para acompanhar, junto com a família, o tratamento de saúde de sua avó paterna.
Após o falecimento de sua avó, em 1994, se mudou para Alta Floresta e estudou Magistério na Escola Vitória Furlani da Riva em Alta Floresta.
Se graduou em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso- UNEMAT no Câmpus de Alta Floresta. E se especializou em Método e Técnica de Ensino Superior na Universidade Salgado de Oliveira em Niterói no estado do Rio de Janeiro. 
Cursou de mestrado em Botânica pela Universidade Federal de Viçosa –UFV- em Viçosa no estado de Minas Gerais e doutorado em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista, Júlio de Mesquita Filho, UNESP na cidade de Rio Claro no estado de São Paulo (sem afastamento para qualificação profissional). 
Foi aprovada em concurso público para professora de anos iniciais do município de Alta Floresta, no ano de 1998, com apenas 17 anos de idade, e se manteve professora da rede até o ano de 2006, quando tomou posse do concurso público como professora de Ensino Superior na Universidade do Estado de Mato Grosso. 

Já exerceu diversas funções no Campus da Unemat. Atualmente atua no Ensino pesquisa e extensão. Orienta 11 discentes de graduação (TCC, IC e Extensão), 3 discentes de mestrado e coorienta 4 discentes de doutorado, além de orientar discentes que realizam estágio supervisionado de Bacharelado no Laboratório de Biologia Vegetal, do qual é coordenadora.

Já publicou 55 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais; organizou 2 livros, publicou 140 trabalhos completos e resumos expandidos em eventos científicos internacionais e nacionais. Orientou e coorientou  80 discentes de graduação (TCC, IC e Extensão), 16 discentes de mestrado. 
Mas também atuou como Assessora Pedagógica, membro no NDE do curso de Biologia, membro de Colegiado de Curso, Colegiado Regional (período 2018-2019 e atualmente), Conselho de pós graduação e membro representando o Câmpus no CONEPE (atualmente). 
Entre 2017 e 2019 atuou como coordenadora do Programa de Pós graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos- Nível mestrado onde está como docente permanente.  Coordena projetos de pesquisa e extensão com atuação de outros docentes e discentes.
Ivone Vieira tem como meta, desenvolver como gestora do Campus da Unemat em Alta Floresta, uma gestão que vise o desenvolvimento participativo, dialogando e compartilhando com as outras áreas da gestão do Câmpus (Faculdade, Coordenações de curso, Diretoria administrativa e Assessorias), procurando encontrar soluções conjuntas para as dificuldades encontradas no dia a dia. 
“Uma delas a dificuldade financeira que atinge a Universidade. O objetivo principal da nossa gestão é levar sempre em consideração a formação de qualidade dos nossos discentes que são a razão da existência da nossa Universidade, atendendo o plano de desenvolvimento institucional (PDI) e o planejamento estratégico participativo (PEP) e o Congresso Universitário”, observa. 
A professora disse que pretendemos conquistar parcerias com as Prefeituras da região, em especial a prefeitura de Alta Floresta, com Ministério Público, empresas privadas e interlocução com representantes dos Poderes Legislativos e Executivo, para melhorias na estrutura geral das instalações físicas do Campus. 
“Entre as muitas metas que pretendemos atingir é a proposição de novos cursos de pós-graduações em nível Lato Sensu (especializações) para comunidade externa, além da oferta de eventos e cursos de curta duração (nível técnico)”, disse. 
“Os cursos do Campus estão com nota 4. E são bem recomendados pelo MEC. Portanto em relação ao pedagógico não temos problemas, apenas precisamos manter esses índices. Nosso maior problema é infraestrutura”, acentua.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]