Sábado, 18 de Maio de 2024

Atualidades Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2022, 09:57 - A | A

09 de Dezembro de 2022, 09h:57 - A | A

Atualidades / Workshop

Introdução da agricultura familiar na alimentação escolar é debatida

Temas como a comercialização da produção, qualidade, cardápio e logística foram debatidos



Natalia Emanoela Varela/Mato Grosso do Norte

A proposta do workshop foi de aproximar as pessoas que tem envolvimento com a cadeia da alimentação escolar no município, principalmente a produção da Agricultura Familiar e promover um amplo debater sobre alternativas para melhorar a participção de todos os segmentos que intragram a a cadeia da alimentação escolar em seus diferentes aspectos.

O evento realizado nesta quinta-feira, 08, na sede do SINTEP [Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público] de Alta Floresta, reuniu agricultores, responsáveis pelas escolas do município e de cidades próximas como Apiacás e Nova Monte Verde e também contou com palestrante nutricionista da SEDUC de Cuiabá.

Segundo informações do atual presidente do CAE [Conselho de Alimentação Escolar] e do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável, Eriberto Muller, o cronograma do dia foi trabalhado nos processos que fazem parte da Agricultura Familiar nas Chamadas Públicas da alimentação escolar, desde a regularização do alimento até as escolas, formação de cardápios, funcionamento da produção regional dos alimentos e a logística criada para as entregas nas escolas garantindo a qualidade da produção. Baseando-se em uma alimentação saldável e de forma sustentável para os alunos, com o fortalecimento na agricultura familiar, visto que o município e o estado estejam adquirindo desses alimentos e fortificando a economia local.

O presidente conta que com base nos dados no ano anterior, o município de Alta Floresta não conseguiu atingir o mínimo de 30% exigido por Lei do total dos recursos financeiros repassados pelo FNDE, no âmbito do PNAE, chegando em apenas 6%, porém, espera um alcance maior neste ano de 2022. Eriberto também acredita na possibilidade de uma melhora dos resultados nos próximos anos, já que a ideia dos temas debatidos durante o evento, é se aprofundar nos assuntos e buscar melhorias.

“Um dos fatores que desfavoreceram os resultados da participação da agricultura familiar dentro do PNAE no ano anterior foi a falta de organização, havia agricultores que cultivavam tais alimentos e por não estarem registrados nas chamadas públicas, estes alimentos acabavam sendo comprados em mercado. Neste ano realizamos um acompanhamento com mais atenção na agricultura familiar e acredito que haverá uma melhora nos resultados”, explica Eriberto.

Durante o evento, os palestrantes e ouvintes debateram sobre pautas de como se organizar para participar dos processos; conhecer a produção para melhorar a alimentação escolar, Panorama dos mercados institucionais; olhar coletivo e construção de logística para o PNAE e encerrando com Encaminhamentos-Construindo o futuro da Agricultura Familiar no PNAE.  

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]