Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Carros Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 16:38 - A | A

10 de Junho de 2024, 16h:38 - A | A

Carros / Volkswagen T-Cross

Na briga pela liderança



por Daniel Dias

AutoMotrix    

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), maio teve a venda de 183.214 unidades entre carros de passeio e comerciais leves, com queda de 11,9% ante abril deste ano e aumento de 10,1% sobre o mesmo mês de 2023. No acumulado de janeiro a maio de 2024, houve 874.510 emplacamentos, 15,8% a mais em comparação a igual período do ano passado. Os líderes nos principais segmentos no ano são a picape compacta Fiat Strada, com 49.050 unidades comercializadas, também o modelo mais vendido no geral, o hatch compacto Volkswagen Polo (48.181), o carro de passeio mais emplacado, a picape média Toyota Hilux (18.394), o SUV compacto Volkswagen T-Cross (25.583), o SUV médio Jeep Compass (18.831), o SUV grande Jeep Commander (5.489), o sedã compacto Chevrolet Onix (23.369) e o sedã médio Toyota Corolla (13.313).      

Facilitar para vender  

A Hyundai Motor Brasil anuncia sua nova campanha de vendas para junho nas concessionárias. Até o dia 30, serão oferecidas condições exclusivas de financiamento para a aquisição dos modelos HB20 e Creta. A campanha oferece opções com entrada de 30% do valor do veículo, saldo em 60 vezes e alternativas com juro zero no financiamento. Na Limited e na Platinum do Creta, a taxa zero se aplica também ao financiamento do saldo em 36 e 24 vezes, respectivamente. Para os HB20 Comfort Plus e Limited Plus, o cliente terá a opção do saldo em 60 vezes, com 30% de entrada e taxa de juros de 1,19%. Também para a família HB20, os bônus serão de R$ 8 mil na avaliação do usado oferecido na troca pela variante Platinum, enquanto um desconto de R$ 4 mil está previsto para o HB20S Limited Plus, que durante o mês de junho sairá por R$ 95.990. No caso do Creta Comfort, o desconto de R$ 10.500 é cumulativo às condições especiais de financiamento, que incluem ainda as opções de 50% de entrada com saldo em 36 vezes e taxa de 0,99% ou 40% de entrada com saldo em 48 vezes e taxa de 1,09%.    

Jipinho baixa os preços  

A partir deste mês, a Suzuki Veículos promove um reposicionamento de preços com redução em toda a linha Jimny Sierra, produzida pela HPE Automotores em Catalão (GO). Com exceção da variante de entrada, todas as outras já estão como modelo 2025. Assim, os valores para a família do Jimny Sierra passam de R$ 162.990 para R$ 142.990 na versão 4You MT ano/modelo 2024, de R$ 162.990 para R$ 147.990 na 4You MT, de R$ 172.990 para R$ 159.990 na 4You AT, de R$ 187.990 para R$ 174.990 na 4Sport, de R$ 203.990 para R$ 191.990 na 4 Style e de R$ 218.990 para R$ 206.990 na 4Expedition, as três últimas equipadas com câmbio automático. O Jimny Sierra utiliza motor 1.5 aspirado com 108 cavalos de potência a 6 mil rpm e 14,1 kgfm de torque a 4 mil rpm. Existe uma pequenas alavanca atrás da manopla do câmbio para acionar a tração, que pode ser 4x4 ou 4x4 com reduzida. “O anúncio do reposicionamento de preços da linha Jimny Sierra no Brasil vem após negociações com a matriz no Japão e explora um segmento no qual o carro não tem concorrentes diretos”, explica Mauro Correia, CEO da Suzuki Veículos no Brasil.    

Já dobrou as vendas  

A Volvo teve um expressivo aumento de vendas em maio no segmento de 100% elétricos no Brasil com o lançamento do EX30. Para impulsionar mais a aquecida fatia de mercado da qual a marca sueca passou a fazer parte com o novo compacto elétrico premium, a Volvo oferece o EX30 com condições especiais de pagamento em junho, ao lado de outras oportunidades que também favorecem os demais modelos do portfólio no mercado brasileiro. Para o EX30, o cliente pode fazer a compra com uma entrada mais 24 parcelas. As mensalidades são de R$ 2.894 na versão de entrada Core (preço final de R$ 229.950) e de R$ 3.682 na “top” Ultra (R$ 293.950). O EX30 pode ser adquirido com uma bateria de 51 kWh (na Core), com 250 quilômetros de autonomia, ou de 69 kWh (nas Core, Plus e Ultra), com 338 quilômetros. Todas têm o mesmo motor, com 272 cavalos de potência e 34,9 kgfm de torque, com tração traseira.    

Elétrico chique  

A General Motors acaba de fazer a apresentação mundial do Cadillac Optiq EV, em Paris. O 100% elétrico faz parte do segmento de luxo da gigante norte-americana e terá potências de 201 e 241 cavalos, podendo ter ao longo deste ano uma versão com dois motores e potência combinada de 285 cavalos, com tração integral. “O lançamento do Optiq EV feito em Paris é uma oportunidade para enaltecer o poder da marca Cadillac, comprovando que o segmento de luxo, a moda, o estilo e os carros estão mais conectados”, afirmou Chris Rego, diretora-executiva de Marketing da General Motors América do Sul. O lançamento do Cadillac Optiq EV é considerado como peça-chave para o compromisso global da GM de eletrificar sua linha de veículos. A Cadillac – divisão de carros de luxo da General Motors – fez um grande investimento em marketing e publicidade nos 50 e 60 para associar seus modelos à sofisticação. Sua maior rival nos Estados Unidos é a Lincoln, divisão de automóveis de luxo da Ford.    

O primeiro “made in Brazil  

Em reunião com o vice-presidente Geraldo Alckmin, em Pequim, Jack Wey, fundador e CEO da GWM, revelou que o primeiro modelo produzido em Iracemápolis (SP) será o SUV híbrido Haval H6, vendido no Brasil desde março do ano passado, importado do país asiático. Nos próximos meses, serão feitas contratações e o treinamento dos empregados responsáveis pela fabricação dos veículos na fábrica de Iracemápolis, pertencente à Mercedes-Benz até o final de 2020. As primeiras unidades sairão da linha de montagem no segundo semestre deste ano, com o Haval H6 ainda em regime de pré-produção para testar, ajustar e verificar os processos de manufatura e de controle de qualidade. A operação industrial regular está programada para ter início no primeiro semestre de 2025. Ainda não foi confirmada qual será a versão do H6 a estrear a nova fábrica. A variante de entrada é a HEV2, equipada com motor 1.5 turbo a gasolina combinado a um elétrico, com os dois posicionados na dianteira com total de 243 cavalos de potência e 54 kgfm de torque.    

Dicas de bandeja  

A bandeja da suspensão é um componente importante para a dirigibilidade e a estabilidade do automóvel. Seu funcionamento e a manutenção são essenciais para o conforto e a segurança dos motoristas. Instalada entre as rodas e o chassi, a bandeja permite que a suspensão dianteira opere de forma independente, mitigando os impactos do solo. Ela garante o alinhamento correto das rodas da frente, evitando o desgaste irregular dos pneus, além de ter a função de suportar as forças laterais nas curvas. Conectada à roda e ao sistema de direção por meio de buchas e pivôs, a bandeja da suspensão opera sempre sob condições severas. Mas ela deve ser inspecionada regularmente quanto ao desgaste e substituída quando necessário. Uma verificação visual de rachaduras, empenos, desgastes ou amassados deve ser feita de preferência por um mecânico. “Muitas vezes, a substituição de buchas e pivôs danificados é suficiente para devolver o bom funcionamento da bandeja. Mas em outras, quando a bandeja está danificada, esse procedimento não é efetivo e pode provocar uma situação de folga ou mesmo desprendimento da bucha, trazendo mais prejuízos”, aconselha Juliano Caretta, supervisor de treinamento técnico da DRiV, que produz bandejas da marca Monroe Axios.

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]