Quarta-feira, 22 de Maio de 2024

Carros Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 16:20 - A | A

05 de Agosto de 2022, 16h:20 - A | A

Carros / Furgão E-JV 5.5

Todos na fila da tomada

Furgão E-JV 5.5 é o décimo veículo 100% elétrico da JAC Motors Brasil



 por Luiz Humberto Monteiro Pereira
AutoMotrix

A JAC Motors Brasil foi criada em 2011 pelo Grupo SHC, do empresário paulista Sergio Habib, que passou a importar para o país os carros da marca chinesa. Foram inauguradas, no mesmo dia 18 de março de 2011, 50 concessionárias JAC Motors em 28 cidades de 11 Estados. A marca chegou às 60 concessionárias em 2012 e, no final daquele ano, anunciou a construção de uma fábrica na cidade de Camaçari, na Bahia. Chegou a inaugurar a pedra fundamental, mas a obra não foi para a frente e o projeto da fábrica nacional foi abandonado. A elevação das tarifas de importação e alguns anos de vendas decrescentes levaram o Grupo SHC a entrar em recuperação judicial, em 2018. No ano seguinte, o Grupo SHC resolve apostar nos carros elétricos, aproveitando a “expertise” da JAC Motors, que é a quinta maior fabricante de veículos 100% elétricos do mundo. Atualmente, a marca conta com 18 concessionárias, nos Estados de São Paulo (cinco), Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul (duas), Bahia, Sergipe, Pernambuco, Ceará e Goiás e no Distrito Federal. Quem chega agora às concessionárias é o furgão E-JV 5.5, o décimo veículo 100% elétrico da JAC Motors oferecido no Brasil.

O novo furgão se somará ao subcompacto E-JS1 e sua versão aventureira E-JS1 EXT, ao SUV médio E-JS4, ao sedã grande E-J7, à picape iEV330P, ao VUC iEV350T, ao caminhão leve iEV1200T (com opções de 7,5 ou 8,5 toneladas de PBT), ao furgão iEV750V (com capacidade para 12 metros cúbicos) e à van iEV750Vip (para 14 pessoas). Com torque imediato de 30,1 kgfm e 204 cavalos de potência, o novo modelo 100% elétrico da JAC é equipado com uma bateria de 50,2 kWh de capacidade. O E-JV 5.5 tem volume de 5,5 metros cúbicos de carga, 805 quilos de carga útil e autonomia prevista de 300 quilômetros. As primeiras entregas do E-JV 5.5 estão programadas para novembro, porém, as vendas já se iniciam agora, com preço de R$ 314.900.

De olho em um segmento crescente no país, que pode ser traduzido como “last mile”, ou “última milha” em tradução livre, o furgão E-JV 5.5 se destina a entregas urbanas, especialmente no transporte de compras feitas online no qual o operador retira a encomenda do centro de distribuição e leva diretamente à residência do comprador. “Esse segmento tem crescido muito no Brasil desde o início da pandemia. O consumidor acostumou-se a fazer compras online e quer receber rapidamente sua encomenda em casa. Por isso, escolhemos um veículo ágil nos deslocamentos urbanos e que pode ser conduzido por qualquer motorista, sem restrições de circulação nos centros expandidos de grandes cidades. Tudo isso sem contar a excepcional economia no custo por quilômetro rodado à transportadora, justamente por ser 100% elétrico”, resume Sergio Habib, presidente do Grupo SHC e da JAC Motors Brasil.

Foto: DIvulgação

TN020822D.jpg

 

Furgão E-JV 5.5 é o décimo veículo 100% elétrico da JAC Motors Brasil

A autonomia prometida de 300 quilômetros, segundo a JAC Mottors, pode ultrapassar os 350 quilômetros com o modo “Eco” ligado (aumenta a regeneração de carga nas desacelerações e nas frenagens) e sem o ar-condicionado. Pelas contas da marca chinesa, para recarregar os 50,2 kWh, o proprietário do E-JV 5.5 gasta cerca de R$ 30, considerando o custo médio de energia elétrica no Estado de São Paulo, que é de R$ 0,60/kWh. Como o modelo da JAC percorre 300 quilômetros após esse investimento em uma recarga, a conta final é simples: R$ 0,10 (dez centavos) por quilômetro rodado. Com o preço médio do óleo diesel em R$ 7,59, como as vans desse porte costumam fazer 10 km/l com o combustível, isso gera um custo por quilômetro rodado de R$ 0,76 – sete vezes e meia mais alto. Se estiver com 20% de carga, o uso de um wallbox de 7 kWh dispende pouco mais de seis horas e meia para se atingir os 100%.

O custo operacional baixo dos veículos elétricos não fica apenas por conta da diferença de preços dos “combustíveis”, mas também nas despesas de manutenção. De acordo com a JAC Motors, o modelo gasta seis vezes menos que as rivais nas revisões, todas as com mesmo porte movidas a diesel. Além das vantagens no custo de manutenção, o veículo totalmente elétrico tem permanentemente um nível de ruído baixo, o que possibilita maior conforto ao condutor e contribui para a diminuição da poluição sonora no tráfego urbano. Em termos ambientais, as vantagens dos veículos elétricos são grandes. Uma van movida a diesel que rode 40 mil quilômetros por ano emite cerca de 20 toneladas de CO2 no período. “São 200 toneladas para cada veículo em um prazo de dez anos! A introdução dessa van 100% elétrica da JAC na frota das empresas de entregas urbanas consiste na anulação dessa gigantesca emissão de carbono”, valoriza Habib.

Foto: DIvulgação

TN020822C.jpg

 

O pacote de equipamentos de série do E-JV 5.5 inclui direção eletricamente assistida, ar-condicionado, vidros, trava central e retrovisores com acionamento elétrico, regulagem de altura do volante, função Auto Hold, rodas de alumínio de 15 polegadas, sensor de estacionamento traseiro, luzes de neblina dianteiras e traseiras e TPMS (sensor que acusa baixa pressão dos pneus). O kit multimídia tem tela de 10,25 polegadas e permite espelhamento para telefone celular por Bluetooth (sem uso de cabo). Basta ao motorista baixar o Waze ou o Google Maps pela Play Store e programar o próximo endereço para que a informação seja espelhada na tela do multimídia. O equipamento também inclui câmera de ré. 

 

Álbum de fotos

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Foto: DIvulgação

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]