Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

Política Segunda-feira, 17 de Setembro de 2018, 00:00 - A | A

17 de Setembro de 2018, 00h:00 - A | A

Política /

STF manda investigar documentos que citam Taques e Mendes em esquema de corrupção



Reportagem
Mato Grosso do Norte

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a análise de documentos que citam o governador e candidato à reeleição Pedro Taques (PSDB), bem como o ministro Gilmar Mendes como supostos envolvidos no esquema que resultou na deflagração da Operação Malebolge. A investigação é a pedido da Procuradoria-Geral da República e está sob a relatoria do ministro Luiz Fux.

De acordo com informações da jornalisya Clarissa Stycer, da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, em envelope aprendido com o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado Antônio Joaquim em novembro do ano passado, identificado como “Bomba A”, existiriam planilhas nas quais constam os nomes de Taques e Mendes.
“São planilhas que, essencialmente, têm o mesmo formato: foram organizadas por ‘nome’, ‘contrato’, ‘instituição’ e ‘valor R$’. Entre os nomes listados, constam ‘Senador P. Taques’ e ‘Ministro GM’. Agora, Raquel Dodge solicitou ao STF um relatório de análise do documento, pedido já encaminhado à PF por Luiz Fux”, diz trecho da matéria.
A Operação Malebolge foi motivada pela delação premiada do ex-governador Silval Barbosa e resultou no afastamento de cinco conselheiros do Tribunal de Contas, que foram acusados de serem beneficiários de um total de R$ 53 milhões em propina. Todos negam as acusações. 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]