Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Variedades Quarta-feira, 05 de Junho de 2024, 08:13 - A | A

05 de Junho de 2024, 08h:13 - A | A

Variedades / Traças de roupas e livros

Fique atento e evite prejuízos

A proliferação de traças ocorre em ambientes ricos em matéria orgânica, com condições como temperatura e umidade favoráveis. Isso inclui armários domésticos e ambientes escuros



As traças são insetos encontrados com facilidade em ambientes domésticos, conhecidos por causar danos materiais em roupas e livros. Elas geralmente preferem locais escuros e úmidos, onde se alimentam de substâncias amiláceas encontradas em livros, papéis, roupas ou produtos farináceos.

No Brasil, o termo "traça" é utilizado para se referir a dois grupos distintos de insetos. De acordo com Fabrício Escarlate, professor de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Brasília (CEUB), a distinção entre a traça dos livros e a traça das roupas, além de morfológica, está relacionada aos hábitos alimentares no ambiente doméstico. 

 

  Mesmo que a presença de traças nos ambientes não represente grandes riscos aos seres humanos, esses insetos causam danos eventuais ao patrimônio, como livros e roupas, especialmente aquelas feitas de fibras naturais, como seda e algodão.  Enquanto as traças dos livros se alimentam de materiais que contêm celulose, como papel, as traças das roupas preferem tecidos.

 “Essa diferenciação é importante para entender os hábitos e os danos causados por esses insetos, permitindo medidas mais eficazes de prevenção e controle nas casas”, destaca o professor.  

Curiosidades - A chamada traça dos livros pertence à ordem Zygentoma, alguns dos insetos mais antigos conhecidos. Como insetos ametábolos, não passa por uma metamorfose completa. O grupo não apresenta asas pelo fato de os adultos serem muito semelhantes aos jovens, tendo como principal diferença o tamanho.

  - Já a traça das roupas, tem fases distintas de larva, pupa e adultos alados, como as mariposas e borboletas. Desse modo, revela o especialista, a traça das roupas é, na verdade, uma mariposa. Na fase juvenil, ela é uma lagarta que se esconde em um pequeno casulo feito de materiais disponíveis no ambiente doméstico, como algodão e outros tecidos das roupas.   

“A proliferação dessas traças ocorre em ambientes ricos em matéria orgânica, com condições como temperatura e umidade favoráveis. Isso inclui armários domésticos e ambientes escuros”, detalha Fabrício Escarlate.  

O grupo das traças de livros apresentam espécies adaptadas à vida em cavernas, onde passam todo o seu ciclo de vida se alimentando principalmente de matéria orgânica. Uma das características marcantes desses insetos, conforme explica o professor, é a fotofobia: eles evitam a luz e tendem a buscar ambientes mais escuros. Esses ambientes sombrios são facilmente encontrados em nossos lares.  

“Sempre há um canto no armário, uma fresta onde esses animais podem se esconder e sobreviver. Não é coincidência esses espaços serem geralmente áreas menos acessíveis para limpeza. Como resultado, é comum que se acumule matéria nesses locais, criando um ambiente propício para esses animais”, considera o especialista.  

Embora a traça de roupas seja mais conhecida no ambiente doméstico sua importância biológica na cadeia alimentar, servindo de alimento para aves e morcegos, por exemplo. Quanto à traça dos livros, seus predadores naturais, como lacraias e escorpiões, contribuem para o controle populacional desses animais.  

“Essa relação complexa entre presas e predadores ressalta a interconexão dos ecossistemas e a importância de cada espécie em seu papel ambiental”.

   O professor de Ciências Biológicas acrescenta que estes organismos desempenham papel fundamental nos ecossistemas naturais. Enquanto algumas espécies têm influência na polinização, outras contribuem para a decomposição da matéria orgânica.  

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]