Sábado, 18 de Maio de 2024

Caderno B Sexta-feira, 25 de Novembro de 2022, 10:20 - A | A

25 de Novembro de 2022, 10h:20 - A | A

Caderno B / PERFIL

Duro na queda

Em “Todas as Flores”, Nicolas Prattes fala dos dramas e mazelas do sofrido Diego



POR CAROLINE BORGES
TV PRESS

 

Nicolas Prattes está cada vez mais imerso nos dramas de Diego, seu papel na trama de “Todas as Flores”, original Globoplay. A história do personagem conta com tantas intempéries que o ator confessa que chegou a cometer uma gafe ao conversar sobre os primeiros detalhes da novela com o autor João Emanuel Carneiro. “A minha história é quase um núcleo paralelo em relação ao principal. Uma trama independente. O João chegou a brincar que ele estava escrevendo uma novela só para mim. Pensei: ‘nossa, vou ter uma novela escrita para mim’ (risos). Só depois me liguei que ele estava falando de ‘Todas as Flores’ mesmo. O Diego tem uma história própria muito forte, mas, ao longo dos capítulos, acaba se infiltrando nesse núcleo da Rhodes”, explica.
Toda essa proximidade e entendimento sobre a trama de João Emanuel Carneiro não é à toa. Desde novembro de 2019, o ator já sabia que estava escalado para a novela. Inicialmente, a produção iria ao ar no horário nobre da Globo. Mas, por questões internas da emissora, acabou sendo lançada na plataforma de streaming. “A gente sabe dessa história há muito tempo. Muita coisa aconteceu comigo, com o mundo e com a teledramaturgia nesse tempo. Então, acho que chegamos com muita garra e paixão para realizar esse trabalho. Ver essa resposta positiva do público tão rapidamente é incrível. Não tinha cenário melhor para estrear com uma novela no streaming”, explica Nicolas, que absorveu muitas referências dos telejornais para compor o dramático Diego. “É um personagem muito real. Muito do que acontece com ele acontece com vários brasileiros dia após dia. Via os jornais na pandemia e pensava em como jogar aquelas histórias para o personagem”, completa.
A vida de Diego em “Todas as Flores” é uma sucessão de dramas. Batalhador, o jovem morava com a mãe e os irmãos em condição precária, embaixo de um viaduto. Fazia vários bicos para ganhar dinheiro e, em uma noite de trabalho, sua vida vira de ponta-cabeça. Ele é preso por um crime cometido por Olavo, papel de André Loddi, após promessas feitas por Luís Felipe Martinez, de Cassio Gabus Mendes. Depois de aceitar na prisão a ajuda de Samsa, vivido por Ângelo Antônio, o rapaz consegue a liberdade. Além do objetivo de reencontrar a família, Diego também precisará colocar em prática o plano de vingança contra Luís Felipe, com o qual se comprometeu com Samsa. “Apesar de todo esse sentimento de vingança, o Diego não perde a sua essência. Ele foi criado com muito amor. Faltou comida na mesa, mas não faltou amor para ele. Ele entra em grandes roubadas, mas amadurece, fica mais sagaz, vai se surpreendendo com ele mesmo. A essência não muda, ele tem muitos conflitos internos para lidar”, defende.
Aos 25 anos, Nicolas desponta como um dos galãs da nova geração da Globo. Na tevê desde 2000, quando participou ainda bebê de “Terra Nostra”, o ator tem se mantido com frequência no ar. Além de protagonizar a temporada de “Malhação: Seu Lugar no Mundo” e a trama de “O Tempo Não Para”, Nicolas também integrou o elenco de “Rock Story” e “Éramos Seis”. “Não sei se vejo muito isso de galã. Acho que é algo mais que os outros falam... Fico feliz de poder viver personagens diversos e com camadas profundas. Cada personagem tem sua profundidade singular. Gosto que esses papéis estejam aparecendo e estejam alcançando o público”, valoriza.

“Todas as Flores” – Capítulos disponíveis semanalmente para os assinantes do Globoplay.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]