Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Política Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018, 00:00 - A | A

22 de Agosto de 2018, 00h:00 - A | A

Política /

Emerson Machado se reelege e presidirá a Câmara Municipal pela terceira vez



Reportagem
Mato Grosso do Norte

Em eleição realizada na sessão desta terça-feira, 21, o vereador Emerson Machado (MDB) foi reeleito para a presidência da Câmara Municipal de Alta Floresta, para a legislatura 2019/ 2020. Ele obteve 7 votos contra 5 dados ao também emedebista, Elói Crestani, que encabeçou a chapa concorrente.
Votaram a favor de Emerson, os vereadores Dr. Charles (PSD), Luiz Carlos (MDB), Cidão (MDB), Mendonça (PSC), Marcos Menin (DEM) e Dida Pires (PPS). Votaram na chapa de Elói os vereadores Demilson Siqueira (PSDB), Mequiel Zacarias (PT), Elisas Gomes (PDT) e Cida Sicuto (PSDB). 
O vereador Oslen Dias, o Tuti (PSDB), pressionado pelo deputado Estadual Nininho, se absteve de votar. 
O deputado, conforme comentários que circularam nos bastidores da Câmara Municipal, teria ameaçado romper com o vereador, caso ele votasse na chapa encabeçada por Emerson Machado. Desta forma, o tucano teve que recuar e não votar em ninguém.
Emerson afirmou que a Câmara Municipal não saiu rachada da disputa. 
“Foi uma vitória difícil, mas saí vitorioso e quero agradecer os companheiros que votaram em mim. Respeito quem não votou comigo. Isto é o processo democrático. Agora vamos olhar para frente. Eu posso precisar do apoio destas pessoas e não vamos ficar fazendo picuinhas”, disse.
Apesar de, segundo ele, o prefeito Asiel Bezerra não ter influenciado na eleição da mesa diretora da Câmara, Emerson afirma que houve intervenção de pessoas do executivo. “Não sou bobo. Sei quem são as pessoas, mas é passado. Agora é agregar é trabalhar para realizar as melhorias que Alta Floresta precisa”. 
Sobre o posicionamento do vereador Tuti, que recebeu um ‘ultimato’ do deputado Nininho, caso votasse favorável a sua chapa, Emerson disse que nunca criticou o deputado, nem na tribuna nem nos meios de comunicação. “Nunca falei mal do deputado Nininho. Falei isto olhando nos olhos do filho do deputado. Tem as gravações da câmara dos últimos anos para comprovar. Jamais falei mal dele”, assegurou. 
Quanta as prioridades para o novo mandato que começa em 1º de janeiro, o parlamentar disse que são vários desafios, sendo que o principal deles e fazer novamente a instalação elétrica da Câmara, que é muito antiga e que vem dando problemas constantemente.

“É um projeto caro. Temos que trocar a fiação, cabo, rede para a Câmara ficar organizada, mas estamos elaborando este projeto e quero fazer até no final deste meu segundo mandato, que termina este ano”, ponderou.  
Conforme Emerson, existe a possibilidade do poder Legislativo de Alta Floresta aumentar o número de vagas para 15 vereadores. Caso isto se concretize, será necessário a construção de mais dois gabinetes. 
“Vamos dar sequência no trabalho, mas com muito cuidado e fazendo economia dos recursos”, pontuou.
Emerson foi eleito para o terceiro mandato de presidente da Câmara. A Nova mesa terá ele como presidente, Dr. Charles Vice-presidente, Marcos Menin, 1º secretário e Mendonça 2º secretário.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]