Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Política Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019, 00:00 - A | A

16 de Dezembro de 2019, 00h:00 - A | A

Política /

Investigação por mensalinho



O Ministério Público do Estado (MPE) determinou a abertura de um inquérito civil público em desfavor dos ex-governadores Silval Barbosa e Blairo Maggi, do ex-deputado José Riva e do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo.
A portaria, assinada pelo promotor de Justiça Roberto Turin, é do dia 6 deste mês, e visa apurar suposto atos de improbidade administrativa e dano ao erário.
Conforme Turin, o suposto dano ao erário pode ter ocorrido devido ao pagamento de “mensalinho” em troca de apoio aos projetos de interesse do Executivo e aprovação de contas dos governos Maggi, de 2003 a 2007, e Silval, que governou de 2010 a 2014.
 Os fatos foram revelados pelo ex-governador Silval Barbosa em 2017, em premiada. Segundo Silval, durante o período que governou o Estado, o ex-governador Blairo Borges Maggi também repassou à AL-MT valores por meio de duodécimo inflado, consciente de que os valores em excesso destinavam-se a desvio da verba para pagamento do mensalinho.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]