Terça-feira, 21 de Maio de 2024

Política Quarta-feira, 21 de Setembro de 2022, 08:14 - A | A

21 de Setembro de 2022, 08h:14 - A | A

Política / Carlinda

Prefeita diz que deputado é um ‘mentiroso’ e irá processá-lo

Carmen Martines afirma que Ulysses Morais fala mentiras a seu respeito em redes sociais e que irá processá-lo



José Vieira
Mato Grosso do Norte

A prefeita de Carlinda, Carmen Martines (União), reagiu com indignação as insinuações caluniosas do deputado estadual bolsonarista e candidato a deputado federal, Ulysses Morais (PTB), que lhe acusou com leviandade de estar fazendo mal uso de dinheiro público, recebido do governo federal durante a pandemia da covid-19.

À Mato Grosso do Norte, Carmem afirmou que está tomando as medidas judiciais cabíveis, por calúnia, difamação e danos morais, contra o deputado, que terá que provar o que disse sobre sua gestão.

Em um vídeo divulgado em redes sociais, Ulysses afirmou que o município de Carlinda recebeu do governo federal, R$ 11 milhões e 153 mil durante o período de pandemia, e fez um questionamento se o cidadão sabia onde este recurso foi investido na cidade. Afirmou que irá fiscalizar cada centavo “e fazer de tudo para colocar na cadeia aqueles que desviaram e fizeram farra com o dinheiro”.

Carmen disse que após o deputado ter gravado o vídeo, tentou inúmeras vezes falar com ele por telefone, mas ele sempre desligava ou não atendia. Até que, após mais uma tentativa frustrada, ele retornou à ligação. “Ele não passa de um mentiroso. Eu o avisei que vou processá-lo para ele responder judicialmente!”, disse.

Antes, porém, através de um áudio via WhatsApp, enviado ao deputado, a prefeita disse que estava se sentindo péssima com o comentário feito por ele, o convidou para visitar Carlinda e ver de perto o seu trabalho como gestora e também conhecê-la e sua família. 

 

“Eu nunca fiz política, deputado, contando mentiras e nem acusando os outros de ladrão. Mas o senhor deve saber o caminho da mentira e de coisas erradas, porque fica acusando. Aprendi desde criança que ser honesto com palavras e atitudes é o que faz um cidadão ser livre. Mas o senhor está indo no caminho errado”, enfatiza na gravação.

Carmen observa que Ulysses lhe ofendeu nas redes sociais, com insinuações inverídicas, ao falar de R$ 11 milhões que o município teria recebido, sem conhecer a realidade.
Entretanto, a gestora reitera que o deputado mentiu, afirmando que os recursos que o município recebeu do governo federal vinculado aos repasses de covid, foram no valor de R$ 5,1milhões [R$5.133, 338,00], conforme os extratos da própria prefeitura.

Pessoa igual ao senhor, sabe o que eu faço? Meto a mão na cara, porque pra mim o senhor é um moleque!

“O senhor é um mentiroso! Deveria ser um deputado melhor informado. Porque não vem no meu município conversar com o povo e ver como sou certa e correta?”, sugere.
E acrescentou: “eu não preciso de dinheiro de política. Mas acredito que o senhor deve estar precisando, para estar apelando e mentindo, atingindo pessoas de caráter. Estou na política para fazer o bem, ajudar as pessoas. Agora o senhor está no lugar errado. E deveria fazer outra coisa da vida. De repente, trabalhar para quem é bandido, porque é seu caráter”, dispara.

Na sequência da gravação, a prefeita pediu para Ulysses respeitá-la. E avisou que irá processá-lo. Disse que caso ele tivesse coragem de conversar de cara-a-cara com ela, seria capaz de ‘meter a mão na cara dele’.
“Pela última vez, vou falar para o senhor: me respeita! Vou lhe processar porque o senhor mentiu. E está pensando que sou desonesta. Mas não sou de sua laia. Eu nunca ameacei o senhor, mas eu queria ver se o senhor teria coragem, igual eu tenho, de nós dois conversar de cara-a-cara, porque”, assevera.

Ela disse que o deputado se diz Bolsonarista, mas esta querendo pegar carona nas costas do presidente, para continuar “dando showzinho”.

“Se eu fosse o Bolsonaro tirava de minha pauta, pessoas como o senhor, que fica falando mentiras, tentando se aproveitar do prestígio do presidente. O senhor deveria aprender respeitar as famílias, se é que o senhor tem uma! Se o governador lhe chamou de moleque, o senhor vai receber este nome de uma mãe de família, de uma avó, que cuida de seu povo e que gosta de seu povo”, dispara a prefeita.
O vereador Manoel Rodrigues, disse que irá apresentar uma Moção de Repúdio contra Ulysses na Câmara Municipal.

 

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]