Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Variedades Sexta-feira, 28 de Agosto de 2015, 00:00 - A | A

28 de Agosto de 2015, 00h:00 - A | A

Variedades /

Dono do jogo

CARTA Z NOTÍCIAS



 

      Fazer parte da atual temporada de "Malhação" mexe com a memória afetiva de Murilo Rosa. Afinal, há 20 anos, quando foi ao ar a primeira temporada da novela "teen", ele fez sua estreia na Globo. Na ocasião, interpretou, por uma semana, Jurandir, um personagem gay, e contracenava com Carolina Dieckmann. Desta vez, encara uma responsabilidade maior na pele do professor de Matemática Rubem, mais conhecido como Binho. Depois de mais de duas décadas de trajetória na tevê, Murilo, aos 45 anos, valoriza o espaço que tem na trama escrita por Emanuel Jacobina. "Faço o protagonista adulto, são palavras do próprio autor. Não é que eu sou o tio do fulano ou o pai do fulano. Não é só isso. É um personagem que tem um peso", defende. 

      Na história, Binho se apaixona pela também professora Bia, papel de Juliana Knust. Os dois se conhecem há mais de 20 anos e trabalham na escola em que estudaram quando jovens, o Colégio Leal Brazil. Só que o romance não vai fluir tão facilmente. Isso porque a ex-mulher de Binho volta para o Brasil, depois de uma temporada de 13 anos no Haiti, com a notícia de que os dois têm uma filha. E Bia também precisa enfrentar dificuldades com o ex-marido, com quem teve dois filhos. "Fora isso, Rubem já namorou a Ana (Vanessa Gerbelli) na escola. Então, em algum momento vai ter um 'trem' ali", adianta, aos risos. Além da função romântica na novela, Binho é um professor muito querido pelos alunos. É formado em engenharia, mas escolheu seguir o magistério. "É um personagem informal, leve, divertido... Um cara que foi muito namorador na época da escola", acrescenta.

      A composição de Binho foi um processo quase natural para Murilo. Dos "workshops" oferecidos pela Globo, ele foi em apenas cerca de cinco encontros. Mais para conhecer o elenco e começar a estabelecer um entrosamento com os novos atores do que de fato se submeter a algum laboratório. "Mas foi válido, principalmente para a gente se olhar no olho e conversar. Isso foi fantástico", lembra. Em casa, Murilo aproveitou para rever algumas comédias românticas, já que entendeu que o tom do personagem seguiria essa linha. Uma delas foi "P.S. Eu Te Amo", filme norte-americano dirigido por Richard LaGravenese. "O laboratório também está no dia a dia, nessa convivência com o elenco. Meu personagem tem uma coisa animada e se sente parte desses jovens", pondera.

      Em sua segunda experiência em "Malhação", integrar o elenco da novela, desta vez, tem um gosto especial para Murilo. Principalmente por causa da proposta estética e de linguagem do diretor Leonardo Nogueira. Muitas das cenas da trama são feitas com câmara na mão, o que possibilita uma movimentação no "set" diferente também para os próprios atores. "Isso está me lembrando a época em que eu trabalhava com o Walter Avancini, que tinha câmara em movimento. Em 'Malhação', tem uma coisa muito interessante: o cinegrafista acaba a cena e vem me cumprimentar porque ele está junto comigo e não só parado com a câmara ligada", empolga-se.

 

"Malhação" – Globo – De segunda a sexta, às 17:30 h.

 

Sem parar

      Murilo Rosa já estava com saudade de fazer novela. Afinal, a última da qual participou foi "Salve Jorge", exibida em 2012. Mas, durante esses três anos, o ator aproveitou para se dedicar ao cinema intensamente. Rodou "A Comédia Divina", de Toni Venturi, o policial "E.A.S – Esquadrão Antissequestro", de Marcus Dartagnan, e "A Menina Índigo", de Wagner de Assis. "Acho que estava no momento de eu voltar. E Binho é o tipo de personagem que eu estava com vontade de fazer também, por ser leve e estar inserido em uma comédia romântica", conta.

      Mas, enquanto está no ar em "Malhação", Murilo já sabe quais serão seus próximos projetos profissionais. Assim que terminar de gravar a atual temporada da novela "teen", o ator vai protagonizar o musical "O Jovem Frankenstein". Aliás, fazia tempo que ele nutria o desejo de participar de um musical. Chegou a ser convidado para três, mas não pôde aceitar por estar envolvido com outros trabalhos. "Também tenho vários projetos de cinema e já tem uma história para depois de 'Malhação' em uma outra novela", revela, sem entrar em detalhes.

 

Instantâneas

# A estreia de Murilo Rosa na tevê aconteceu em "74.5 Uma Onda no Ar", novela exibida pela Manchete em 1994.

# O ator chegou a cursar faculdade de Educação Física, mas desistiu para ingressar no curso de Artes Cênicas.

# Murilo já fez as vezes de apresentador quando comandou o "Sintonize", em 2013. Ele também apresenta diversos eventos da Globo pelo país.

# Em 2005, atuou em sua primeira novela das nove, "América", e alcançou grande sucesso na pele do peão Dinho.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]