Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

Caderno B Sexta-feira, 02 de Fevereiro de 2024, 11:00 - A | A

02 de Fevereiro de 2024, 11h:00 - A | A

Caderno B / Vitrine

Passe bem feitio

Roger Flores relembra lições do início da carreira na tevê e celebra segunda temporada do "Boleiragem", do SporTV



por Geraldo Bessa TV Press

Com passagens por clubes brasileiros como Corinthians e Grêmio, Roger Flores sempre soube conciliar bem seu desempenho dentro de campo com a imagem fora dos gramados. Com discurso direto e boas análises, a televisão acabou entrando na vida de Roger de forma natural em 2012, ano em que ele se aposentou da carreira de atleta e assumiu o posto de comentarista esportivo.

Esse segundo ano mostra para a equipe que estamos agradando e no caminho certo

"Foi uma transição bem pensada. Não queria me afastar do futebol totalmente. Então, a tevê me deu a possibilidade de continuar próximo desse universo, que é uma grande paixão", analisa. Ao longo de pouco mais de uma década, Roger se tornou um dos principais nomes do setor de esporte do Grupo Globo, com destaque tanto no SporTV quanto na emissora aberta. Atualmente, ele comemora a estreia da segunda temporada do "Boleiragem", programa exibido pelo canal pago que promove o futebol com a leveza e a reverência que o esporte merece.

"A permanência do 'Boleiragem' na grade me deixa muito feliz. Tivemos uma primeira temporada muito boa e de aprendizado. Esse segundo ano mostra para a equipe que estamos agradando e no caminho certo", avalia.

No novo cenário, muito mais amplo e confortável, Roger apresenta a produção ao lado de um velho conhecido dos gramados: Caio Ribeiro. A dupla se conhece há mais de 20 anos, quando se cruzaram pela primeira vez no time juvenil do Fluminense. "Os caminhos do futebol foram nos separando, mas veio a tevê e nos juntou. A gente se entende muito bem, sabemos que tudo é aprendizado e que também é preciso se divertir para que o programa funcione", entrega.

Ficou para a dupla a função de substituir o célebre "Bem Amigos", programa que Galvão Bueno apresentou no SporTV por mais de 20 anos. Roger acredita que a presença de Caio o deixou mais seguro na empreitada e que a união dos apresentadores surge ainda mais forte na nova temporada.

"Foram momentos de muito nervosismo e permanecemos unidos e sem brigas. A gente não sabia se o público abraçaria essa novidade. Com um pouco de sorte e muito trabalho, as coisas foram se estabelecendo", vibra.

Após ajustes sobre o que funcionou ou não no ano passado, Roger acredita que, em 2024, o roteiro do programa ganha mais conteúdo. Além de quadros como "Ensina, Boleiragem", que mostra como os convidados da semana lidariam com os lances mais marcantes da rodada, e o "Será que Ele Lembra?", que leva ao estúdio personagens que já foram adversários, colegas ou árbitros nos campos, Roger acredita que são as opiniões e os debates as grandes estrelas do "Boleiragem".

"O público tem seu posicionamento, mas quer ver também outras possibilidades e avaliações", explica.

Com 12 anos de televisão no currículo, ele garante que tem total autonomia para dizer o que pensa no ar. Porém, a experiência lhe trouxe sabedoria e técnica para falar com propriedade sem soar ofensivo.

"Quando comecei a carreira como comentarista, na tentativa de ser engraçado, fiz algumas piadas que passaram um pouco do ponto. Lembro que um jogador me ligou e, de forma muito educada, me lembrou que já estive no lugar dele e que não era necessário falar daquele jeito. Isso mudou o jeito de me comunicar, me deixou mais cuidadoso", conta.

Natural do Rio de Janeiro, Roger tinha 17 anos quando iniciou sua carreira profissional no futebol. Ciente de que a vida de atleta estava próxima do tempo regulamentar, aos 34 anos, deixou os campos e assumiu o microfone do SporTV. Após cinco anos comentando partidas, foi convidado para apresentar o "Troca de Passes".

"A carreira de apresentador me abriu um novo mundo de oportunidades. Eu já estava familiarizado com as câmeras, mas aparecia sempre de forma breve e muito técnica. Tive de aprender a chegar ao público", conta. Hoje, muito mais à vontade e seguro como comunicador, ele segue buscando novas formas de falar de futebol de forma leve e divertida.

"Estou sempre atento em como construir a melhor dinâmica para que o espectador embarque tanto nas brincadeiras quanto nos debates", destaca.   "Boleiragem" - SporTV - segundas, às 21h30.

Comente esta notícia

Rua Ivandelina Rosa Nazário (H-6), 97 - Setor Industrial - Centro - Alta Floresta - 78.580-000 - MT

(66) 3521-6406

[email protected]